League of Legends, game online e gratuito para PC, reuniu mais de duas mil pessoas em Florianópolis para a Final da primeira etapa do Campeonato Brasileiro. CBLol. Intz e Keyd foram as equipes que participaram do embate, pelo prêmio de R$ 60 mil e a chance de representar o Brasil em um torneio internacional. Com o poder de sua popularidade, o evento lotou não apenas o evento, mas também salas de cinema do Brasil inteiro - que exibiram as partidas ao vivo.

League of Legends: final mundial de 2015 será em estádio da Alemanha

A mudança da Riot

A Riot Games, produtora de League of Legends, mudou para a melhor. Com a experiência obtida em eventos passados, ela elevou o nível do CBLoL e o transformou em uma experiência ainda mais completa. O público que chegava ao Centrosul para acompanhar as partidas da final já era surpreendido com um “pré-festa” caprichado e temático.

Diversos cosplayers com personagens da saga, bar com bebidas temáticas – para todas as idades -, máquina com brindes, lembrancinhas para levar para casa e exposição de arte de fãs. Se não bastasse, também havia uma galeria repleta de itens especiais de League of Legends, como bonecos de seus campeões favoritos, casacos, máscaras e até mesmo troféus e medalhas das temporadas passadas.

Primeira Final do Campeonato Brasileiro de LoL agita Florianópolis (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)Primeira Final do Campeonato Brasileiro de LoL agita Florianópolis (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)

As novas celebridades

Pouco antes do torneio iniciar, o game também prendeu a atenção dos jogadores, mas não por sua jogabilidade ou gráficos, e sim pelas estrelas do momento – os jogadores das duas equipes. Em vídeo exibido no telão, eles eram destacados, um a um, com momentos de descontração e treinamento.

Não apenas a Riot alçou estes meninos, que em geral têm entre 18 e 21 anos, para o status de estrelas, mas também o talento de cada um no game que também cresceu em popularidade no Brasil. A maior prova, por enquanto, tem sido os eventos da Riot, que inicialmente organizou seus torneios oficiais dentro de outras “feiras de jogos” no país, mas que hoje já produz as suas próprias “mini feiras” somente com o League of Legends e seus fãs.

Jogadores são tratados como celebridades durante o evento (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)O jogador Espeon da equipe Kabum Black é tratado como celebridade durante o evento (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)

Público em peso, em todos os lugares

Se em Florianópolis tivemos mais de duas mil pessoas, no Brasil todo esse número foi superado, já que a Riot preparou uma programação especial em cinemas espalhados pelo país, em 25 estados, incluindo alguns que nunca receberam qualquer evento oficial da empresa, como Minas Gerais, Amazonas e Pernambuco – com um total de 6,5 mil ingressos vendidos.

No Centrosul, em Florianópolis, o público não apenas compareceu, mas fez sua parte, gritando, pulando e batendo as “baquetas” de plástico que ganham logo na entrada. Ainda que cada um torça pelo seu time, não há desavenças ou discussões de qualquer tipo. “O que gostamos do nosso público é que você não tem nenhuma confusão nos eventos de LoL, a galera quer ver o eSport acontecendo, e é isso que importa”, contou Roberto Iervolino, gerente regional da Riot Games para o Brasil.

... nte-conteudo" style="width: 695px;"> Público lota a Final do Campeonato Brasileiro de League of Legends (Foto: Felipe Vinha / TechTudo) Público lota a Final do Campeonato Brasileiro de League of Legends (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)

O futuro: dominar o Brasil

Roberto Iervolino garante que a ideia é expandir ainda mais o League of Legends no Brasil. “Não posso te garantir que o esquema das salas de cinema será repetido no segundo semestre, com a final da segunda etapa do Campeonato Brasileiro, em São Paulo. Mas, se pensarmos  pelo sucesso desta vez, é quase certeza que teremos algo similar no futuro”, disse. Segundo o executivo, o objetivo principal da Riot é de levar o League of Legends para o fã que ainda não tem acesso a essa experiência de torneio oficial.

Se em 2014 a Final Regional do CBLoL ocorreu no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro, para 2016 Iervolino não destaca que tenhamos qualquer tipo de evento maior no país, e em locais ainda maiores, como o estádio do Palmeiras, que vai abrigar a segunda fase do atual torneio. Quando questionado sobre a possibilidade de vermos algum evento internacional no Brasil no ano que vem, o executivo desconversou, mas ficou torcendo para que essa possibilidade se torne uma realidade.

Cosplays agitam a final de League of Legends (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)Cosplays agitam a final de League of Legends (Foto: Felipe Vinha / TechTudo)

Qual é o melhor jogo: DotA ou LoL? Opine no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.