Free Fire é o tema central da música entre o MC Jottapê e Mano Brown, “Zé Guaritinha”. Lançada no Mundial do Battle Royale, que aconteceu no Rio de Janeiro em novembro, a canção ganhou um clipe recentemente, produzido pela Kondzilla em parceria com a Garena. O vídeo está disponível no YouTube e a letra da música é recheada de referências ao jogo de celulares, suas armas e gírias. A canção também faz referências às oportunidades que o jogo dá aos jovens, já que o game mobile é famoso por rodar em celulares mais básicos e por ser acessível. Veja, a seguir, a letra completa de “Zé Guaritinha” e entenda as suas referências.

Letra

(MC Jottapê)

Quer falar comigo, me chama mais tarde

Porque agora eu tô jogando Free Fire

Sou top global, eu tô no nível hacker

Olha o capa

Tô de AWM na minha mão

E a K98 que eu achei no chão

Caí na área azul que é só loot bom

Mas vou fazer eles quitar

Hoje eu vou zerar o seu HP

Te jogar pro Lobby, lootear você

Máximo respeito, aqui é o JottaPê

Jogando Free Fire

Hoje eu vou zerar o seu HP

Te jogar pro Lobby, lootear você

Máximo respeito, aqui é o JottaPê

Jogando Free Fire

(Refrão)

Ê, camper, Zé Guaritinha

Vou lançar uma granada e te explodir nessa casinha

Ê, camper, Zé Guaritinha

Vou chamar meus camarada e tu vai voltar pro platina

Ê, camper, Zé Guaritinha

Vou lançar uma grana e te explodir nessa casinha

Ê, camper, Zé Guaritinha

Vou chamar meus camarada e tu vai voltar pro platina

(Mano Brown)

A selva é a selva, lek

Foco, diamante, ouro e cheque

Pesado no squad, eu busco o rec

E o tema é respeita o mestre

É peso no arsenal

Deixo estrago e amasso até o final

Rombos de doze, combos em close

Tomam e os poser passam mal

Estamos vivos, estamos firmes

Não vim sozinho, é pelo time

Palavras que cortam como navalhas

Em toda batalha, a base é firme

É menino monster, conexão quente

Só linha de frente

E eu atrás do meu valor

Pondo terror no oponente

Se a vida é um game

Aperte o play, cause

Inimigo quer me dar pause

Cruzamos favelas, passamos em telas

Desde o tempo da lan house

Eram sonhadores com um mouse

Planejando impérios em escombros

Flutua igual Mohammed Ali

Com peso do mundo sobre os ombros

(Refrão)

Entenda as referências

“Tô de AWM na minha mão/E a K98 que eu achei no chão/Caí na área azul que é só loot bom/Mas vou fazer eles quitar” e “É peso no arsenal/Deixo estrago e amasso até o final/Rombos de doze, combos em close”.

Logo no início da música, Jottapê fala de duas armas poderosas do Free Fire (AWM e K98). Ambas são snipers e são muito desejadas pelos jogadores pelo alto poder de dano que têm, o que também tem relação com a área azul mencionada pelo MC. No início das partidas, as regiões azuis do mapa representam locais com loots melhores, onde o player po

... de encontrar proteções de nível alto e armas potentes. Com um arsenal bom, a tendência é que o jogador assuste os outros players a ponto de eles “quitarem”, ou seja, saírem da partida. Outra arma mencionada é a doze, nome popular das escopetas. Por terem calibre .12, elas causam alto dano e, como dito na música, podem chegar a "abrir buracos".

“Hoje eu vou zerar o seu HP/Te jogar pro Lobby, lootear você”; “Ê, camper, Zé Guaritinha”; “Pesado no squad”.

Durante toda a letra, os músicos usam gírias que são comuns em jogos de tiro e são populares na comunidade do Free Fire. “Zerar o HP” significa tirar toda a vida do oponente, ou seja, eliminá-lo e fazer com que ele seja obrigado a retornar para o lobby e iniciar outra partida. Após abater um inimigo, é comum que o jogador queira lootear seu arsenal, o que significa vasculhar e pegar para si o que quiser.

Já o refrão fala dos players que não gostam de se envolver em confrontos diretos e preferem se esconder nas casas, guaritas e outros locais com cobertura. Esse tipo de jogador é chamado de camper, zé casinha, zé guaritinha, entre outros nomes.

Dizer que está “pesado no squad” significa que o jogador está com um esquadrão bom, tendo formado equipe com seus amigos que jogam tão bem quanto ele.

“Cruzamos favelas, passamos em telas/Desde o tempo da lan house/Eram sonhadores com um mouse/Planejando impérios em escombros”.

Na parte da música cantada por Mano Brown, o cantor faz referências à sua origem humilde, que coincide com a história de muitos jogadores de Free Fire. No início, Brown faz um trocadilho com “telas”, que pode ser interpretado como telas de computador, tv e celular, onde os jogos rodam, mas também por favelas serem constantemente notícia na mídia. Em seguida, ele menciona que muitos jogadores deram início às suas carreiras profissionais em lan houses simples – na música, chamadas de escombros -, locais em que eles sonhavam em progredir como pro players e atingirem sucesso e fama a ponto de construírem um “império”.

A menção de comunidades na música também reflete a questão de o Free Fire ser um jogo acessível a todos os tipos de players, já que o game promete rodar até nos celulares mais simples. De fato, por ser um jogo leve, com gráficos que não exigem muito dos dispositivos, mesmo os celulares básicos conseguem rodar o Battle Royale. Além disso, o download é gratuito e o player não precisa gastar nenhum valor para progredir no ranking.

O cenário competitivo do Free Fire também demonstra a diversidade, com streamers e jogadores profissionais de diversas áreas do mundo, tanto mulheres como homens, com históricos sociais variados. Casos de jogadores como Everton ''UBiTa'' Lima, da paiN Gaming, e do streamer Ernani "Weedzao", do Corinthians, são lembrados pela comunidade como exemplos de superação social.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.