Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Existem aplicações para todos os gostos e sobretudo para todas as situações. Esta de que lhe vou falar a seguir enquadra-se muito bem nesta descrição. Chama-se Close Contact Detector e alerta-o para o caso de poder estar em risco devido ao coronavírus. E que situações o podem colocar em risco? Bem são várias, mas essencialmente está em risco se esteve perto de pessoas infectadas num avião, num restaurante, num café, num centro comercial ou numa sala de aula.

Coronavírus: já há uma app que lhe diz se está em risco!

Esta aplicações foi desenvolvida pela China. Anunciada há dois dias, já tinha sido tornada pública a 8 de Fevereiro. Embora a app Close Contact Detector pareça algo simples, não é bem assim. Dito isto, não é a utilização que é complicada, mas sim a forma estranha como funciona. Mas vamos por partes.

Como funciona a aplicação do coronavírus

Quando os utilizadores instalam esta aplicação têm de fornecer o número de telemóvel e também o número de identificação do cartão de cidadão. Se a app detetar que o utilizador esteve em contacto com uma pessoa infectada, ela alerta o utilizador para ficar em casa e contactar os serviços médicos para obter ajuda. Até aqui tudo simples e nada complexo.

No entanto, como é que a aplicação sabe com quem estivemos e onde? A China não revelou nada acerca deste assunto. No entanto, muitos desconfiam que estamos perante uma app que utiliza reconhecimento fácil e vigilância apertada para ficar a conhecer todos os pormenores. Dito de outra forma, segue todos os nossos passos.

Um problema que está a afetar a economia global

O Coronavírus está a causar vários problemas graves. O mais alarmante é sem dúvida a perda de vidas. Os outros são económicos, sendo que neste caso nem a famosa feira de telecomunicação MWC escapou.

Como ja foi anunciado, o Mobile World Congress 2020 já não se vai realizar este mês em Barcelona. A maior conferência de tecnologia do mundo foi cancelada, como confirmou a GSMA num comunicado. Com todos os últimos desenvolvimentos até já se esperava o cancelamento do MWC 2020.

O anúncio seguiu-se após uma reunião de emergência e que estava originalmente agendada para sexta-feira. No entanto, o grande número de desistências devido ao surto de coronavírus obrigou a GSMA a repensar sua estratégia.

Os organizadores do evento citam a preocupação com a saúde pública como o principal motivo do cancelamento, embora pareça claro que a falta de participantes teve um enorme impacto na decisão. Como tinhamos referido na l, cancelamentos nos últimos dias por parte da Sony, LG, Ericsson, Amazon e Facebook, Intel e outros devem ter tido um enorme impacto.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@l.pt.


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.