Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Já passaram alguns dias desde a conferência de imprensa global da Huawei. Foi nesta altura que o CEO da gigante chinesa, Yu Chengdong, anunciou que a aguardada gama P40 seria lançada no dia 26 de Março. Ele chamou aos novos smartphones “os topos-de-gama 5G mais poderosos do mundo”. Ora a palavra poderosos pode ser entendida de várias formas. Desempenho e ecrã, mas não nos podemos esquecer que um dos principais tronos da Huawei são as câmaras. Assim, não é de estranhar que as informações que circulam na Internet afirmem que o Huawei P40 Pro vai voltar a liderar o ranking do DxOMark. No entanto, alguns perguntam como será possível dado que aparentemente a câmara do Huawei P40 tem menos megapixéis. Já explico a possível razão.

Câmara do Huawei P40 tem mesmo 52 megapixéis. Chega?

Até agora já conhecemos algumas coisas acerca dos novos topos-de-gama. Por exemplo, o chipset é sem dúvida o Kirin 990 5G. Ele garante uma conetividade 5G estável e claro um elevado desempenho. Também já sabemos que este equipamento virá com os Huawei Mobile Services. Ou seja, um ecossistema de aplicações destinado a preencher a lacuna deixada pela falta de serviços da Google. A terceira coisa que sabemos, pelo menos através dos ls, é que a câmara principal deste dispositivo terá um sensor de 52 megapixéis. Para além disso teremos outra câmara de 40 megapixéis.

Ora muitos perguntam. Como é que este equipamento com um sensor aparentemente mais fraco vai conseguir bater o Galaxy S10 Ultra ou o Xiaomi Mi 10 Pro que têm sensores de 108 megapixéis?

A resposta não é muito complicada. Por vezes, os megapixéis não são tudo.

É que embora “só” tenha os 52 megapixéis, o sensor suporta a tecnologia de combinação de pixéis 16 em 1. Ora isto faz deste o sensor mais avançado da indústria. Comparativamente a outros fabricantes, o Galaxy S20 Ultra suporta a integração de 9 pixéis (3×3). Entretanto, o sensor HMX de 100 megapixéis da Xiaomi suporta a integração de 4 pixéis (2×2). É fácil percebermos, no papel, quem tem o valor mais alto. No entanto, só poderemos verificar tudo isto quando tivermos todos os equipamentos nas mãos.

Entretanto, o Huawei P40 Pro utiliza a tão afamada taxa de atualização de 120Hz. Isto é realmente muito bom. É que acreditem que notamos bem as diferenças na fluidez.

Voltando à questão que coloquei no título desta notícia acerca dos 52 megapixéis, a resposta é simples. Chega e sobra. Acreditem que megapixéis não é tudo.

Acompanhe ao minuto as últimas noticias de tecnologia. Siga-nos no Facebook, Twitter, Instagram! Quer falar connosco? Envie um email para geral@l.pt.


Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.