Cruzeiro eSports, Flamengo B4, Santos e-Sports e RED Kalunga encerraram o Play-in da Free Fire Continental Series (FFCS) 2020 nas quatro melhores colocações e estão classificados para a fase final do torneio. Durante o Play-in, ocorrido neste sábado (21), as equipes brasileiras se mostraram superiores em relação às equipes latino-americanas, conquistando quatro das seis quedas do dia e sempre se mantendo entre as cinco melhores posições da tabela. Black Dragons e Corinthians também lutaram até o final pela classificação, mas acabaram fora da FFCS 2020.

A final da Free Fire Continental Series 2020 acontece no próximo sábado (28) e vale o título da competição. Vale lembrar que a transmissão está sendo realizada nos canais oficiais da Garena no YouTube e na Booyah! Live. A seguir, você confere mais detalhes sobre o Play-in e a fase final da FFCS 2020.

A primeira queda, em Bermuda, foi dominada pelos brasileiros — a começar pela Black Dragons, que já logo no primeiro minuto pressionou a equipe da Top Hard e buscou o primeiro abate do dia. O Corinthians teve um desempenho bem abaixo do esperado e foi a única equipe brasileira entre as primeiras eliminadas. A restante seguiu até o final, derrubando as equipes latino-americanas e tornando o embate final verde e amarelo. No final, o Cruzeiro derrubou o Flamengo e conquistou o primeiro BOOYAH! do Play-in.

Em Purgatório, as equipes latino-americanas demonstraram uma maior agressividade no mapa, enquanto as brasileiras optaram pela segurança e por aguardar o momento certo para agir. A agressividade funcionou apenas para a Naguara Team, que deu um enorme trabalho para os brasileiros na reta final de Purgatório. Black Dragons, que tinha a vantagem do posicionamento, acabou eliminada, e o Santos se aproveitou da confusão no final e sobreviveu para ficar com o BOOYAH!

A primeira parada em Kalahari foi bem mais estudada pelas equipes, com a maior parte das eliminações ocorrendo nos últimos momentos da queda. No final, melhor para a RED, que soube lidar bem com os jogadores do Corinthians vindo de um lado e outros da Wild Esports vindo de outro — se separou no momento certo e assegurou seu primeiro BOOYAH! do dia. Apesar de não garantir a vitória, o Corinthians, que estava na lanterna da tabela, saltou para a oitava colocação.

No retorno à Bermuda, o Cruzeiro voltou a dominar o mapa. Sem medo de errar e mantendo uma postura ofensiva, a equipe mineira atropelou os adversários que viram pela frente e tiveram total sucesso em suas investidas. No final, ela foi recompensada com seu segundo BOOYAH! em Bermuda e um total de 18 abates para se isolar na liderança e praticamente garantir sua vaga na fase principal da FFCS 2020.

Na penúltima queda do dia, as apostas continuavam indo para as equipes brasileiras, que seguiam dominando os confrontos em todos os mapas. No entanto, a equipe argentina da GOD Esports optou por jogar na segurança após sair com a vitória no confronto contra a God's Plan, e chegou à reta final da queda com a vantagem para surpreender os favoritos e conquistar seu primeiro BOOYAH!, o primeiro das equipes latino-americanas.

Por fim, em Kalahari, os confrontos entre as equipes se iniciaram rapidamente, com destaque para o Santos buscando dois abates para cima da Malvinas e a GOD Esports eliminando novamente a God's Plan. Muitas eliminações ocorreram em pouco tempo, e o BOOYAH! ficou sem definição nos confrontos finais. Então, a Naguara Team, outra equipe da Argentina, conseguiu o espaço para conquistar sua vitória. Mesmo assim, o Top 4 no final foi 100% brasileiro, por conta do número de abates de cada equipe.

FFCS 2020: resultados do Play-in

  • Queda 1 (Bermuda): BOOYAH! do Cruzeiro eSports
  • Queda 2 (Purgatório): BOOYAH! do Santos e-Sports
  • Queda 3 (Kalahari): BOOYAH! da RED Canids
  • Queda 4 (Bermuda): BOOYAH! do Cruzeiro eSports
  • Queda 5 (Purgatório
... ): BOOYAH! da GOD Esports
  • Queda 6 (Kalahari): BOOYAH! Naguara Team

Final da FFCS 2020

Como mencionado, as quatro primeiras equipes se classificaram para a fase final da FFCS 2020. Elas se juntarão às equipes que ficaram com o Top 4 nas ligas de suas respectivas regiões, que são SS E-Sports, atual campeã da LBFF, Vivo Keyd, Team Liquid, paiN Gaming, Ignis Esports, Arctic Gaming, Team Aze e Savage Esports.

A final terá o mesmo formato do Play-in, com seis quedas e a mesma sequência de mapas, e acontece no próximo sábado (28) a partir das 14h (Horário Oficial de Brasília). Vale lembrar que a premiação total da competição é de US$ 300 mil (cerca de R$ 1,6 milhão), que serão distribuídos entre todas as equipes presentes na final.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.