Anunciado em dezembro, o Xiaomi Mi 11 tem feito sucesso no mercado chinês. Com ficha técnica avançada, o celular vendeu a expressiva marca de 1 milhão de unidades em 21 dias. O Mi 11 é o primeiro da marca com processador Snapdragon 888 – mesmo usado no Galaxy S21 no exterior. Os números são do fim de janeiro, por isso, a tendência é que já estejam bem maiores.

Outras especificações também chamam a atenção no modelo, que despertou o interesse do público feminino. Segundo o site Xiaomi Today, o Mi 11 se destaca entre as mulheres e já vendeu o triplo para elas em comparação com o Mi 10. Uma das hipóteses é o foco no design visto em suas peças publicitárias. Para saber mais sobre o Mi 11, acompanhe as linhas a seguir.

Design e tela

O modelo da Xiaomi tem display grande, de 6,8 polegadas Quad HD+ (3.200 x 1.440 pixels) com tecnologia AMOLED, e promete entregar imagens nítidas. A taxa de atualização de 120 Hz é ideal para jogos ou reprodução de cenas com movimentos rápidos. Outro ponto interessante é a compatibilidade com a tecnologia HDR 10+, que ajusta taxas de brilho e contraste quando as condições de luminosidade das imagens não são boas.

Para proteger a tela de danos e arranhões, o Mi 11 vem com Gorila Glass Victus. No design, os cantos arredondados dão uma aparência fina e leve ao produto. O modelo é vendido nas cores cinza, azul claro e branco.

Há ainda uma edição especial em vidro texturizado na parte traseira. Os tons de azul e o acabamento 3D foram inspirados nas ondas do mar. A versão tem ainda a assinatura do fundador da Xiaomi, Lei Jun, na traseira do aparelho.

Câmeras

Um dos pontos de destaque do Mi 11 é o conjunto de câmeras traseiras. A principal faz imagens com até 108 MP e tem abertura de lente f/1.85. Já o sensor grande angular é de 13 MP (f/2.4). Para fotos próximas ao objeto, há ainda a lente macro de 5 MP (f/2.4).

Os vídeos são gravados em 8K com 30 quadros por segundo (fps) ou em 4K ou Full HD, com 60 fps. Quanto às selfies, são até 20 MP (f/2.2) de resolução com modo noturno e vídeos em Full HD com HDR. Além disso, o sensor da frente também é capaz de capturar cenas em slow motion (câmera lenta).

Desempenho

Para quem é mais exigente com a ficha técnica do celular, o Mi 11 pode se sair bem. Isso porque traz componentes como o Snapdragon 888 (octa-core até 2,84 GHz), o mais avançado da Qualcomm no momento. Em conjunto, há 8 GB de memória RAM para suportar diversas tarefas ao mesmo tempo.

Guardar arquivos, como fotos e vídeos, e instalar aplicativos também não devem ser um problema, pois o Mi 11 tem versões com 128 GB e 256 GB de espaço interno. No entanto, vale ressaltar que não há entrada para cartão de memória.

Bateria

Com capacidade de 4.600 mAh, a bateria do dispositivo da Xiaomi conta com vantagens interessantes, como o carregamento rápido de 55 Watts, por exemplo. De acordo com a marca chinesa, são 45 minutos até carregar 100% usando cabo. Também é possível completar a carga sem usar fios, a 50 Watts.

Android e recursos

O Xiaomi Mi 11 sai de fábrica com o sistema operacional Android 11, rodando a interface da marca, MIUI 12. Quanto à conectividade, o acessório tem Wi-Fi 6, Bluetooth 5.2 e suporta Internet 5G, que deve chegar às capitais brasileiras em 2022. Enquanto isso, é possível usar 3G ou 4G normalmente. Vale destacar ainda que o modelo tem suporte para dois chips.

Para o desbloqueio de tela, o usuário pode escolher entre o leitor de impressão digital, embutido no display, ou o reconhecimento facial via Inteligência Artificial

... (AI). O Mi 11 tem ainda suporte ao Google Pay para pagamentos por aproximação, sem precisar de cartão. Além disso, o aparelho tem duas saídas de áudio com assinatura Harman Kardon para um som imersivo e ideal para a reprodução de conteúdo como músicas, vídeos e jogos.

Preço e disponibilidade

Lançado no mercado global em fevereiro de 2021, o Xiaomi Mi 11 não tem previsão de chegar oficialmente no Brasil. No site internacional da fabricante, os preços do celular variam entre US$ 936,25 e US$ 1.035. Em conversão direta e sem considerar impostos nacionais, esses valores representam aproximadamente R$ 5,4 mil e R$ 6 mil.

Ficha técnica do Mi 11

  • Tamanho da tela: 6,8 polegadas
  • Resolução da tela: Quad HD+ (3.200 x 1.440 pixels)
  • Painel da tela: AMOLED
  • Câmera principal: tripla (108 MP, 13 MP e 5 MP)
  • Câmera frontal (selfie): 20 MP
  • Sistema: Android 11
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 888 (8 núcleos e até 2.84 GHz)
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento (memória interna): 128 GB ou 256 GB
  • Cartão microSD: não
  • Capacidade da bateria: 4.600 mAh (com carregamento rápido)
  • Dual SIM: sim
  • Telefonia: LTE+5G
  • Peso: 196 gramas
  • Cores: branco, cinza, azul-claro e edição especial
  • Preço de lançamento: a partir de US$ 936,25
  • Data de lançamento global: 8 de fevereiro de 2021

Com informações: Gizmochina e Xiaomi Today



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

A primeira plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.