Galaxy A21S e Galaxy A12 são dois celulares básicos da linha A da Samsung, conhecida pelo bom custo benefício. Os modelos se aproximam pela bateria de 5.000 mAh, telona de 6,5 polegadas e câmera quádrupla com sensor principal de 48 MP. A velocidade do processador e a tecnologia do display, no entanto, os diferenciam. Confira abaixo as principais diferenças entre os smartphones.

O Galaxy A21S chegou ao mercado nacional em junho de 2020 por R$ 1.999. Atualmente, o aparelho já pode ser visto no varejo online por R$ 1.299 – desconto de R$ 700. Já o recém lançado Galaxy A12 chegou no Brasil no início desse mês por R$1.799 e já está disponível por R$ 1.619, com R$ 180 de desconto.

Tela e design

Os smartphones são bem parecidos na tela, ambos com 6,5 polegadas e resolução HD+ (1600 x 720), o que pode resultar em imagens com resolução mais modesta.

O Galaxy A21S tem densidade de 270 ppi e tecnologia de tela LCD, que pode interferir no consumo de bateria, já que a luz de fundo desse tipo de material tende a ficar ligada de forma contínua. Já o Galaxy A12 tem densidade um pouco menor, de 264 ppi, mas a tecnologia TFT do display confere imagens com qualidade um pouco superior.

O design do Galaxy A21S é semelhante ao do Galaxy S20, celular da linha premium da Samsung. O modelo apresenta bordas arredondadas e tela infinita com ausência de notch. A câmera frontal fica abrigada em um furo na tela. O Galaxy A12 também tem corpo alongado e bordas arredondadas, mas o aparelho traz a câmera frontal em um notch em forma de gota.

Um ponto negativo é que nenhum dos modelos vem com proteção contra água e poeira. Assim, os smartphones não podem ser mergulhados, já que contam com proteção apenas para respingos d’água.

O Galaxy A21S vem nas cores azul, preto e branco. Já o Galaxy A12 está disponível nas versões preto, branco, azul e vermelho.

Câmera

A câmera quádrupla é um dos diferenciais dos aparelhos básicos da Samsung. O Galaxy A12 tem sensor principal de 48 MP. A câmera ultra wide de 5 MP permite captar imagens com o mesmo ângulo de visão do olho humano (123 º), enquanto a lente macro de 2 MP capta objetos a até 4 cm de distância, além de destacar o objeto do fundo com o efeito Bokeh. O sensor de profundidade de 2 MP auxiliar no Modo Retrato e ajusta a profundidade de campo.

O arranjo fotográfico fica assim:

  • Câmera traseira principal: 48 MP e abertura f/2.0
  • Câmera traseira ultra wide: 5 MP e abertura f/2.2
  • Câmera traseira macro: 2 MP e abertura f/2.4
  • Sensor traseiro de profundidade: 2 MP e abertura f/2.4
  • Câmera frontal: 8 MP e abertura f/2.2

Já o Galaxy A21S tem câmera principal de 48 MP, uma ultra wide de 8 MP, uma macro de 2 MP e um sensor de profundidade de 2 MP. Importante notar que o conjunto fotográfico tem um sensor fotográfico de 1/4.0 polegadas contra 1/2.0 do Galaxy A12. Quanto maior esse valor, melhor a qualidade das fotos. A câmera frontal também é superior no aparelho.

O conjunto é dividido da seguinte forma:

  • Câmera traseira principal: 48 MP e abertura f/2.0
  • Câmera traseira ultra wide: 8 MP e abertura f/2.2
  • Câmera traseira macro: 2 MP e abertura f/2.4
  • Sensor traseiro de profundidade: 2 MP e abertura f/2.4
  • Câmera frontal: 13 MP e abertura f/2.2

O zoom digital da câmera traseira do Galaxy A21S é capaz de aproximar a imagem em até 8X, enquanto o zoom do Galaxy A12 é de até 10X. Os dois podem gravar vídeos em Full HD (1920 x 1080) a uma ve

... locidade de 30 FPS e nenhum vem com estabilização óptica da imagem.

Desempenho e armazenamento

Os dois modelos são equipados com fichas técnicas intermediárias. O Galaxy A21S vem com o chipset Exynos 850, de fabricação própria da Samsung, oito núcleos de até 2 GHz de velocidade e 4 GB de memória RAM.

O Galaxy A12 apresenta o chipset MediaTek Helio P35, oito núcleos de até 2,3 GHz de velocidade e 4 GB de memória RAM. Os aparelhos têm suporte para internet 4G, mas não suportam a nova tecnologia do 5G.

No quesito armazenamento, os aparelhos trazem 64 GB, com capacidade de expansão por cartão microSD. O Galaxy A21S suporta cartão de 512 GB e o Galaxy A12 admite até 1 TB.

Bateria

Uma das grandes apostas dos smartphones é a bateria parruda, acima da média dos celulares do mercado. Com 5.000 mAh de capacidade, a Samsung garante até dois dias longe das tomadas para o Galaxy A21S, até 21 horas de reprodução de vídeos e até 23 horas de uso de internet 4G. Para o Galaxy A12, a empresa promete até 20 horas de uso de internet 4G e até 21 horas de reprodução de vídeos.

Ambos contam com carregamento rápido de 15 W. Contudo, é importante considerar que a tecnologia LCD, presente no Galaxy A21S, faz o nível de bateria cair mais rapidamente.

Versão do sistema e recursos adicionais

Os dois telefones saíram de fábrica com o Android 10. O Galaxy A12 vem com a interface ONE UI 2.5. O Galaxy A21S vem com a versão ONE UI 2.0, mas o aparelho está listado para receber o Android 11 em maio deste ano. A versão mais recente do Google traz novidades como gravação da tela, agrupamento de notificações de conversas e mais proteção para os dados.

O leitor de impressão digital fica na lateral do Galaxy A12. O Galaxy A21S vem com leitor de digitais na traseira e com reconhecimento facial. Os dois vêm com Bluetooth 5.0, GPS, entrada para USB-C e a tradicional porta P2 (3,5 mm) para fones de ouvido. O Galaxy A12 tem Wi-Fi apenas na faixa de 2.4 GHz, enquanto o Galaxy A21S chega à faixa dos 5 GHz. Um ponto negativo é que nenhum dos dois vem com conectividade NFC, tecnologia que permite realizar pagamentos por aproximação.

Preço

A linha A, da Samsung, é conhecida pelo bom custo-benefício dos aparelhos. O Galaxy A21S chegou ao mercado brasileiro em junho do ano passado por R$ 1.999. Atualmente, o celular já pode ser visto com R$ 700 de desconto, por preços que partem dos R$ 1.299.

Já o Galaxy A12 foi lançado recentemente em território nacional. O aparelho chegou no início do mês por R$ 1.799 e já é encontrado por R$ 1.619, com R$ 180 de desconto.

Com informações da Samsung (1/2)



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.