Processadores Pentium, da Intel, são comuns em notebooks de entrada à venda no mercado brasileiro. Por adotar uma nomenclatura diferente dos Core i3 e Core i5, pode ser difícil de identificar as diferenças. A Dell, por exemplo, tem o Inspiron 14 3000 com o Pentium Gold 5405U, saindo a R$ 2.648, enquanto o Legacy Book, da Multilaser, aparece com Pentium N3700 e custa a partir de R$ 1.649,90. Veja a seguir a diferença entre os chips e saiba qual deles escolher em um laptop novo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O que são processadores Pentium?

Pentium é uma linha de processadores da Intel que remonta aos anos 1990. No entanto, das linhas multicore – Core 2 Duo, Core 2 Quad e os Core i3 e Core i5 atuais – acabou sendo reposicionada como uma família de produtos de entrada.

Atualmente, existem processadores Pentium para desktops e para notebooks. Em comum, essas CPUs têm como característica o custo mais baixo – o que explica sua adoção em laptops mais baratos – além de uma performance mais limitada.

Desempenho

Numa comparação direta com os demais produtos da Intel, os Pentium ficam abaixo dos Core i3 e acima dos Atom e Celeron. Entretanto, a margem de diferença entre um Pentium qualquer e um processador atual da Intel pode variar: um Pentium mais recente pode rivalizar com um Core i3 ou mesmo Core i5 de gerações anteriores.

A tabela gerada no CPU BenchMark, que agrega resultados de testes reais realizados por usuários comuns, ilustra isso. Nas primeiras colunas, temos três modelos de Pentium encontrados em laptops à venda no Brasil, enquanto nas duas últimas comparamos os dados de Core i3 5005U – processador lançado em 2015 – e Core i5 7200U, modelo introduzido pela Intel no último trimestre de 2016.

Se você não quiser se aprofundar muito nos dados e especificações, basta considerar o resultado na última linha: veja que o Pentium Gold 5405U, lançado pela Intel em janeiro de 2019, atingiu 2.305 pontos contra 2.031 do Core i3 que usamos na comparação. Seu sucessor direto, o Pentium 6405U de 2020, supera o rival interno com ainda mais folga.

O que esses resultados querem dizer na prática é que ficar de olho na geração do processador que você está adquirindo é algo muito importante. Os mais recentes têm desempenho para aguentar o dia a dia de quem precisa de um notebook funcional para navegar na Internet, redes sociais e curtir streaming.

Já o Pentium N3700, bastante comum em notebooks de entrada no Brasil, pode decepcionar: a 1.313 pontos, o processador atinge a mesma pontuação do Core i3 2370M – processador que a Intel lançou em 2012.

Nomenclatura e geração do processador

Decifrar a nomenclatura dos modelos de processadores da Intel não é uma tarefa fácil, sobretudo diante das constantes mudanças na lógica empregada para batizar cada novo modelo e arquitetura de chips. Mas, nos Pentium, há ao menos alguns princípios gerais que você pode aplicar para identificar cada processador e assim interpretar seu nível de performance.

Desde 2018, a Intel começou a separar novos Pentium em dois grandes grupos: Silver, para processadores de baixo custo e desempenho mais limitado, e Gold, para versões dos Pentium com maior performance e níveis de recursos. Essa informação, de saída, é importante: se o processador tem Gold ou Silver no nome, você já fica sabendo que o produto é relativamente recente.

O restante do processo envolve a comparação da numeração de cada modelo: O Pentium N3700, por exemplo, é mais antigo que o 5405U simplesmente porque os primeiros números – três e cinco, nesse caso – indicam a geração da CPU. O restante da numeração geralmente i

... ndica performance geral e níveis de recursos a serem comparados dentro de uma mesma família. Isso significa que o Pentium N3700 é um pouco inferior ao N3710, por exemplo.

Pentium N3700, Pentium N5405U e 6405U são bons?

Esses três modelos aparecem com bastante frequência em notebooks à venda no Brasil. Dos três, o mais simples é o N3700. Lançado em março de 2015 pela Intel, o processador conta com quatro núcleos e velocidades de 1,6 a 2,4 GHz – sem Hyper Threading. A unidade traz uma placa de vídeo integrada Intel destinada a produtos de baixo custo.

O Pentium Gold 5405U é bem mais recente. Lançado pela Intel em janeiro de 2019, a CPU conta com dois núcleos, mas oferece a tecnologia Hyper Threading que faz com que o processador se comporte como se fosse um quad-core. Em relação à velocidade, o chip trabalha em até 2,3 GHz – sem oferta de turbo.

Além disso, também vem equipado com uma placa de vídeo integrada Intel UHD Graphics 610, que inclusive aparece em algumas versões do Core i3. Essa GPU é de entrada, mas oferece suporte a múltiplos monitores e pode inclusive controlar tela 4K a 60 Hz.

Por fim, o Pentium Gold 6405U é o mais recente entre modelos de notebooks no Brasil. Lançado pela Intel em 2020, essa CPU se assemelha bastante ao 5405U: dual-core, ela também oferece Hyper Threading e atinge uma velocidade de 2,4 GHz, sem turbo. A placa de vídeo integrada também é uma UHD Graphics e, similar ao modelo anterior, oferece possibilidade de controle de até três monitores ao mesmo tempo, além de saída para 4K a 60 Hz.

Com informações: Intel (1 e 2) e CPU Benchmark



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.