A Team Liquid perdeu para a Astralis, nesta sexta-feira (26), em seu segundo confronto na ESL Pro League Season 13, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). Em série melhor de três partidas (MD3), a equipe de Gabriel "FalleN" Toledo perdeu o primeiro mapa nos mínimos detalhes na prorrogação, após quase buscar uma virada heroica, e não resistiu à uma nova prorrogação no mapa de escolha da equipe dinamarquesa, que acabou fechando o duelo em 2-0. As parciais na série foram de 19-17, na Overpass, e 19-15, na Dust2.

Com o resultado, a Team Liquid permanece com três pontos na tabela de classificação. Por sinal, ela está empatada com a própria Astralis, que conquistou nessa série sua primeira vitória no torneio. O próximo compromisso da Liquid será neste sábado (27) às 15h, horário de Brasília, contra a Endpoint. Lembrando que a ESL Pro League está sendo transmitida ao vivo pelos canais oficiais da ESL na Twitch TV.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

O primeiro mapa da série foi a Overpass. Apesar de ser escolha da Team Liquid, foi a Astralis que controlou o confronto do começo ao fim do primeiro half. A equipe de Gabriel "FalleN" Toledo não conseguiu quebrar a boa defesa dos dinamarqueses e sofreu com a excelente apresentação de Nicolai "dev1ce" Reedtz. De uma forma geral, a primeira metade foi jogo de uma equipe só, em que a Liquid não se encontrou como TR e viu a Astralis simplesmente dominar o confronto em rounds rápidos e fechar o placar em um largo 13-2.

Na virada de lados, a Liquid voltou a perder o round pistol, dessa vez em um clutch de Andreas "Xyp9x" Højsleth, mas não desanimou e buscou seu terceiro ponto em um round forçado. Depois, foi a vez de Jacky "Stewie2K" Yip fazer seu clutch contra dois jogadores para garantir o defuse e manter sua equipe em uma crescente, que chegou até o 14-8 no marcador. A derrota acabou chegando após um retake atrapalhado no Bombsite B, o que colocou a Astralis no matchpoint. Porém, a Liquid seguiu com sua recuperação e, de forma heroica, buscou sete rounds em sequência, chegou ao 15-15 e forçou o overtime.

A Astralis impediu a virada no primeiro round da prorrogação, mas não quebrou o bom momento da Liquid, que venceu os dois rounds seguintes como CT e ficou à frente na Overpass pela primeira vez, colocando 17-16 no marcador. No entanto, o TR da Liquid não encaixou novamente, e a Astralis se aproveitou de sua superioridade como CT para virar o jogo e impedir a virada da Liquid, levando a vitória por 19-17.

Na Dust2, foi a vez da Team Liquid dominar o confronto no mapa de escolha do adversário. Com Jonathan "EliGE" Jablonowski conquistando dois 4K em sequência nos dois primeiros rounds, a equipe norte-americana logo abriu 4-0 no placar. A Astralis saiu do zero no quinto round em um duelo perfeito, sem perder um único jogador, mas a Liquid seguiu superior como CT, até abrir o 7-1. No entanto, a equipe dinamarquesa cresceu como TR na reta final dessa primeira metade e conseguiu diminuir a desvantagem para 8-7 na virada de lados.

Como CT, a Astralis passou a controlar a Dust2. Ela venceu o segundo round pistol, chegou a sofrer um pequeno susto no primeiro round armado, mas seguiu a dominar o confronto em seu mapa de escolha, até chegar ao 12-9 no marcador. A Liquid iniciou sua recuperação em um avanço rápido pelo Bombsite A, buscando duas eliminações e garantindo o plant. O empate em 12-12 chegou em um round perfeito, sem perder nenhum jogador, possibilitando à equipe norte-americana buscar o placar em 14-12.

A sequência da Liquid foi quebrada após um round confuso em que Nicolai "dev1ce" Reedtz garantiu a vitória sobrevivendo com apenas três de vida. A derrota abalou a Liquid,

... que perdeu o round seguinte e viu a Astralis empatar o mapa em 14-14 e sua economia ficar precária. A equipe norte-americana ainda conquistou a vitória em um round forçado, conseguindo o matchpoint, mas a Astralis garantiu o último round armado, fechou o 15-15 e garantiu uma nova prorrogação.

Como CT, os dinamarqueses abriram o overtime com vitória e aumentou a vantagem pós iniciar o segundo round na desvantagem e conseguir a virada com eliminações precisas de dev1ce. Com o matchpoint em mãos, a Astralis apenas administrou o confronto como TR e fechou a nova prorrogação em 19-15 para vencer a Dust2 e fechar a série.

A ESL Pro League Season 13 é um dos torneios mais importantes do cenário competitivo de CS:GO. Sua nova temporada conta com uma premiação total de US$ 750 mil (cerca de R$ 4 milhões) e tem sua decisão marcada para o dia 11 de abril. O Grupo D ainda tem a presença da Evil Geniuses, do treinador Wilton "zews" Prado. A EG perdeu sua primeira partida na competição nesta sexta-feira (26) contra a Virtus.pro por 2-1 e permaneceu com três pontos na tabela de classificação ao lado da Liquid e da Astralis.

A competição ainda conta com a FURIA Esports, que já se classificou aos playoffs pelo Grupo C. MIBR e Team oNe também competiram pelo Grupo C, mas já foram eliminadas. Pelo Grupo B, a FaZe Clan, de Marcelo "coldzera" David, também não conseguiu a classificação para a próxima fase.

Com informações de HLTV e Liquipedia



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

A primeira plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.