O Galaxy A7 foi lançado no Brasil em janeiro deste ano, com destaque para o design metálico elegante e de espessura bem fina. O preço sugerido do smartphone era de R$ 2,1 mil no início do ano, mas atualmente o celular pode ser encontrado por valores muito mais baratos em lojas nacionais.

Galaxy Alpha ou Galaxy A7? Veja qual top ‘de metal’ da Samsung é o melhor

O aparelho tem espessura de apenas 6,3 mm. Embora o tamanho seja compacto, isso não impede a presença do processador potente e da câmera de 13 megapixels. Será que isso é suficiente para comprar o Galaxy A7? Confira os detalhes do dispositivo e decida.

Galaxy A7 está disponível nas cores preto, branco e dourado (Foto: Divulgação/Samsung)

Configurações

O Galaxy A7 apresenta tela de 5,5 polegadas AMOLED Full HD (1920 x 1080 pixels), com proteção contra arranhões do tipo Gorilla Glass 4. No hardware interno, há o processador formado por dois quad-core, um de 1,5 GHz e outro de 1 GHz, combinado com 2 GB de memória RAM. O armazenamento interno é de 16 GB, com suporte para MicroSD de até 64 GB.

Isso significa que o gadget executa funções de forma rápida e eficiente, com potencial para rodar até jogos mais pesados. A câmera é de 13 megapixels no sensor traseiro, com flash LED. Já a frontal traz 5 megapixels, ideal para selfies e com gravação Full HD. 

Para quem se preocupa com a duração da bateria, o Galaxy A7 tem capacidade de 2.600 mAh, o que promete durar 17 horas com uso misto e conexão 3G. Na conectividade está o USB 2.0, Bluetooth, NFC, Wi-Fi, entrada para fone de ouvido e GPS.

O Galaxy A7 chama atenção pelo design muito fino (Foto: Divulgação/Samsung)

Galaxy A7 vale a pena?

O Galaxy A7 é o smartphone mais completo da linha A da Samsung. Ele chegou no mercado brasileiro para competir com celulares como Galaxy S5, Moto X, Galaxy E7 e Galaxy Alpha. Atualmente, o celular pode ser encontrado por preços na casa de R$ 1.220 em lojas online.

Na comparação com outros celulares com configurações superiores ao Galaxy A7, como o Galaxy S6 e o Moto X Style, comprar o dispositivo pode não ser tão vantajoso assim. Por outro lado, o processador e a memória RAM do gadget fazem dele uma opção eficiente para usuários intermediários, levando em consideração o preço mais baixo.

Galaxy A7 tem hardware interno bastante potente (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)

Comparado a outros aparelhos da época de lançamento, o Galaxy A7 ainda está no páreo. Por exemplo, a segunda geração do Moto X vem com configurações inferiores e custa cerca de R$ 1.133.

Qual é o melhor smartphone bom e barato

... ? Comente no Fórum do TechTudo.

Já o Galaxy S5, outro forte concorrente, pode ser encontrado em lojas nacionais por R$ 1.349. Ou seja, o Galaxy A7 pode valer a pena, de acordo com as necessidades do usuário.

Versão do Android

O Galaxy A7 tem o Android 4.4.4 (KitKat) instalado de fábrica, mas é possível atualizar o sistema para o Android 5.0 (Lollipop), que trouxe a interface Material Design, com ícones flutuantes e usabilidade diferenciada.

Galaxy A7 chega de fábrica com Android 4.4.4, que pode ser atualizado para o 5.0 Lollipop (Foto: Divulgação/Samsung)

A Samsung costuma demorar para atualizar a plataforma nos smartphones, afinal a fabricante não usa o Android “puro”. Chamada de TouchWiz, a personalização no sistema feita pela empresa exige mais tempo de desenvolvimento.

O resultado é de ícones mais coloridos, apps nativos, recursos diferenciados e funcionalidades extras. Em smartphones mais básicos, as alterações podem deixar o sistema mais lento, porém, no caso do A7, o aparelho cumpre o que o processador promete.

Cores e preços

Galaxy A7 está à venda na versão de dois chips (Foto: Divulgação/Samsung)

No site da Samsung no Brasil, o Galaxy A7 está disponível na versão Duos 4G (com dois chips de operadora), nas cores preto, branco e dourado. É possível comprar o celular pelo preço de R$ 2.099 com memória interna de 16 GB.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.