Alguns usuários, ao comprarem um novo notebook, não se atentam a determinadas especificações técnicas, tais como a placa de vídeo usada. Com isso, acabam se decepcionando ao notarem que o desempenho do equipamento em jogos não é satisfatório, por exemplo.
É possível comprar um notebook com placa de vídeo externa?
Com isso, surge o desejo de fazer upgrade, trocando a placa de vídeo do notebook e, consequentemente, melhorando o seu desempenho. Mas será que isso é possível? Neste artigo veremos se é possível ou não realizar este tipo de upgrade. Trocar a placa de vídeo do notebook?
Não é possível trocar a placa de vídeo de um notebook (Foto: Tainah Tavares/TechTudo)
Se você não é um profissional da área, essa ideia pode até parecer uma possibilidade plausível. Porém, para os técnicos e demais profissionais de TI, alguém mencionar essa possibilidade é até uma afronta à nossa inteligência. A própria natureza dos notebooks e ultrabooks deixa claro porque é impossível fazer o upgrade da GPU. Cada vez mais se preza por aparelhos finos e leves. Desta forma, praticamente todos os componentes dos notebooks são soldados na placa-mãe, tais como processador, memória RAM e, também, a placa de vídeo. Assim, a troca é impossível, visto que não há como retirar o chip gráfico e trocá-lo por outro. Essa troca é perfeitamente possível em computadores de mesa, pois eles usam placas maiores, que são encaixadas em slots na placa-mãe. Assim, a remoção fica muito mais fácil e prática. O mesmo não acontece com os notebooks. Mas e agora? Vou ficar no prejuízo? A saída mais óbvia é a troca do equipamento por um mais potente. Ou, ainda, se for o caso, trocar o notebook por um desktop, que permite upgrades diversos, não só de placa de vídeo, mas também de processador, placa-mãe, disco rígido e outros. No entanto, aplicando alguns truques, é possível melhorar o desempenho do notebook, até mesmo sem instalar nenhum aplicativo ou programa.
Faça a limpeza de disco no computador com frequência (Foto: Reprodução/Barbara Mannara)
Dentre as principais dicas, estão fazer a limpeza de disco e também de arquivos em cache. Desinstalar programas que você não usa mais e aproveitar para se livrar de pastas que só estão acumulando espaço em disco. Outra dica importante é de tempos em tempos, realizar a desfragmentação do disco rígido, se você não usar um SSD. Se estiver notando que o Windows está muito lento, a causa pode ser muitos programas e processos abertos. A solução...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.