A declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2016 (IRPF 2016) só começará a ser feita em março. Mas a Receita Federal já disponibilizou uma ferramenta que pode ajudar os contribuintes a agilizar e organizar todos os dados necessários.
Imposto de renda continua sendo atrativo para hackers, diz Kaspersky
Ao acessar o site da Receita Federal através de um navegador web, como Chrome e Firefox, o contribuinte poderá fazer um rascunho de sua declaração do IR. Na hora de elaborar a declaração propriamente dita, basta o usuário importar os dados que estão no rascunho. Veja agora como fazer o rascunho do Imposto de Renda 2016 em seu computador. Passo 1. No computador, utilizando o navegador, acesse o serviço “Rascunho IRPF 2016” pela página da Secretaria da Receita Federal do Brasil na Internet, leia as informações que aparecerão na tela e clique em “Fazer Rascunho”;
Clique em "Fazer rascunho" (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)
Passo 2. Digite o seu CPF e o código Captcha pelos botões digitais que aparecem na tela, em seguida, clique em “Avançar”;
Digite o seu CPF e o código captcha (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)
Passo 3. Clique em “Iniciar o Rascunho do IRPF 2016” e depois escolha a opção “apagar o rascunho atual e começar um novo com os dados totalmente em branco”. Se é a primeira vez que você acessa o site, aparecerá a opção para criar um novo, totalmente zerado. Escolha essa opção;
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Comece um novo rascunho (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)
Passo 4. O rascunho da declaração do IR abrange cinco áreas< a saber: Identificação; Informações de Terceiros; Rendimentos; Pagamentos e Bens e Dívidas. Saiba o que cada uma dessas áreas abrange:
Identificação
campo para preenchimento da data de nascimento, ocupação, endereço, entre outros;
Informações de Terceiros
permite incluir, alterar ou excluir um dependente ou alimentando na lista;
Rendimentos
permite incluir, alterar ou excluir rendimentos na lista;
Pagamentos
permite incluir, alterar ou excluir pagamentos e doações na lista;
Bens, Direitos, Dívidas e ônus
permite incluir, alterar ou excluir bens, direitos, dívidas e ônus.
Preencha cada área com muita atenção e cuidado!
As cinco áreas da declaração do imposto de renda (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)
Passo 5. Depois de preencher todos os campos ou apenas os que desejar, é hora de salvar o seu rascunh...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.