Uma placa de vídeo é útil não só para rodar os jogos mais modernos, mas também para acelerar as animações do sistema operacional, permitir a execução de vídeos em alta resolução, dentre outras tarefas. Porém, será que toda placa de vídeo é compatível com seu computador?

HBM2: conheça os novos padrões de memórias das placas de vídeo

Boa parte dos computadores vendidos em lojas físicas, por exemplo, possuem configurações bem básicas. Para conseguirem um preço geralmente abaixo dos R$ 1 mil, eles economizam nos componentes de hardware. E o primeiro item a sair da lista é uma placa de vídeo dedicada. Veja agora como saber qual placa de vídeo é compatível com o seu computador, caso pense em atualizar sua máquina.

Descubra quais slots sua placa-mãe possui

Veja se a sua placa-mãe possui um slot PCIe (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

A maioria das placas de vídeo atuais são compatíveis com o barramento PCI-Express x16, um barramento de alta velocidade que possibilita a troca rápida de uma grande quantidade de dados entre o processador e a placa de vídeo. Somente placas de vídeos mais antigas utilizam o barramento PCI ou, ainda, o AGP, que são mais lentos e já estão obsoletos.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Há várias formas de saber se a sua placa-mãe possui um slot PCI-Express x16. Uma delas é abrindo o gabinete de seu computador e olhando diretamente para a placa. Nela, você poderá encontrar ou não uma inscrição, ao lado dos slots de expansão, que diz: PCI-E x16. Isso já mostra que a sua placa-mãe é compatível com praticamente qualquer placa de vídeo.

Outra forma de descobrir essa informação é usando softwares de diagnóstico de hardware, tais como o CPU-Z ou AIDA64. Na aba Motherboard ou Mainboard você pode ver várias informações sobre o hardware, incluindo os barramentos que ela suporta. Caso esteja dizendo que ela possui um slot PCI-E x16, você poderá comprar qualquer placa de vídeo.

Potência da fonte de alimentação

Veja se a sua fonte de alimentação é compatível com a placa de vídeo (Foto: Divulgação/Corsair)

Por mais que a sua placa-mãe tenha um slot PCI-Express x16, isso de nada vai adiantar se você não tiver uma fonte com potência adequada. Cada fabricante de placa de vídeo diz, em seus sites oficias ou nas especificações técnicas, a quantidade de energia que a fonte precisa ter para alimentar corretamente a placa de vídeo.

Se nas especificações técnicas você encontrar que determinada placa necessita de 300 W para funcionar corretamente, é bom adquirir uma fonte de, no mínimo, 500 W. Assim, terá uma folga para os outros componentes, como processadores, ventoinhas, discos rígidos, etc.

Qual a melhor placa de vídeo por até R$ 750? Comente no Fórum do TechTudo

Sempre compre fontes de alimentação com uma margem de segurança. Isso garante que a sua placa de vídeo não irá parar de funcionar por falta de energia.

Veja se o seu monitor é compatível com a placa de vídeo

... width="695">Veja se o seu monitor tem as mesmas entradas da sua placa de vídeo (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

Suponhamos que o modelo de placa de vídeo que você queira comprar possui apenas uma entrada HDMI. O seu monitor, porém, por ser um tanto quanto antigo, só dispõe de saída de VGA. Será que essa placa será compatível com seu PC? Obviamente, não.

Nesse caso, você deve comprar uma placa de vídeo que contenha as mesmas conexões disponíveis em seu monitor ou, ao menos, uma delas. Outra saída é comprar adaptadores, assim, você pode transformar uma porta VGA em HDMI e vice-versa.

Evite gargalos

Até agora vimos que os requisitos para saber se uma placa de vídeo é compatível com o seu PC é a presença do slot PCI-Express, uma fonte com potência suficiente e um monitor compatível. Então, é possível comprar qualquer placa que o "bolso" permitir? Também não.

Você deve verificar se não haverá gargalos. Gargalo é quando uma peça do computador é muito rápida e as demais são lentas. Assim, em determinados momentos, seu PC sempre ficará lento, por mais que a sua placa de vídeo seja rápida.

Para verificar isso, veja o modelo de seu processador e a quantidade e frequência de memória RAM. Se o seu processador for do segmento de entrada, como um Core i3 e você possuir pouca quantidade de memória RAM, de nada vai adiantar comprar uma placa de vídeo potente. Desta forma, a nossa última dica é para que você sempre compre uma placa de vídeo não apenas compatível com o seu bolso, mas também compatível com a configuração do seu PC.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.