A realidade virtual só será realmente imersiva quando for capaz de exibir gráficos de resolução 16K a taxas de 240 quadros por segundo. A afirmação é de Raja Koduri, executivo da divisão Radeon da AMD, fabricante de processadores. Na avaliação de Koduri, os números dariam a qualquer headset a possibilidade de simular imagens muito próximas à realidade, a tal ponto que se tornaria difícil para o usuário dissociar o virtual do real. 
Conheça os óculos de realidade virtual mais esperados para 2016 De acordo com o executivo, em entrevista ao site VentureBeat, atingir esses parâmetros técnicos vai depender de investimentos pesados e criatividade, já que “nós não conseguiremos apenas com a Lei de Moore e hardware. Vamos precisar de software”.
Ambição da AMD faria do Oculus Rift uma relíquia do passado (Foto: Divulgação/Oculus)
Para demonstrar as soluções que precisam ser desenvolvidas na busca pela realidade virtual de 16K, Koduri usa o exemplo do PlayStation 4. “A placa Fury X tem quatro vezes mais poder computacional do que o PS4. Mas o PC não te garante uma experiência muito melhor porque os desenvolvedores não podem extrair tanta performance quanto em um console”, afirma.
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone Segundo o executivo, esse impasse será solucionado quando o mesmo controle dado aos desenvolvedores sobre os recursos técnicos de um console seja atingido na criação de conteúdo para PC.  Outra realidade O modelo em que um sistema qualquer pode gerar 240 novas imagens de 16K de resolução a cada segundo ainda não tem data para ser atingido, já que depende de investimentos pesados em desenvolvimento de novas tecnologias.
Para AMD, será possível atingir os 16K a 240 quadros com investimentos pesados em hardware e software (Foto: Divulgaç...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.