Os computadores estão cada vez mais potentes e rápidos. Toda essa velocidade de processamento, porém, tem um preço: a temperatura dos componentes aumenta consideravelmente.

Confira dicas para diminuir problemas de aquecimento em notebooks

Processadores, placas de vídeo e até mesmo a placa-mãe sofrem com superaquecimento, diminuindo sua performance. Portanto, é importante manter todos os componentes dentro do gabinete resfriados e trabalhando numa temperatura adequada. Para isso, veja agora nossas dicas para melhorar o sistema de refrigeração de seu computador.

Mantenha as ventoinhas (FANs) limpas

Sujeira pode ser o pior inimigo do seu computador (Foto: Reprodução/Computer Cleaning USA)

Com o tempo, as ventoinhas que ajudam a ventilar o ambiente interno de seu computador vão acumulando poeira. Isso é natural e inevitável. Quanto mais poeira elas acumulam, mais lento elas giram. Com o tempo, as passagens de ar podem até mesmo ficar obstruídas devido a poeira que se acumula nas pás da ventoinha.

Portanto, mantenha sempre as FANs limpas. Você pode utilizar um pincel se o acúmulo não for muito grande ou um compressor de ar nos casos mais graves. Não esqueça de limpar também o cooler do processador e o da placa de vídeo.

Instale o maior número de ventoinhas possível

Se você é adepto da prática de overclock, essa dica será muito útil. Instale o máximo ventoinhas que o seu gabinete permitir. Geralmente, você pode instalar uma ventoinha na parte frontal do gabinete, que refrigera a placa-mãe e os discos-rígidos. Duas na lateral do gabinete, que vão ajudar a manter resfriada a placa-mãe e a placa de vídeo e uma no topo. Esta última tem por função expulsar o ar quente do processador.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Alguns gabinetes permitem a instalação de mais ventoinhas, então, fica a seu critério usá-las ou não. Quanto mais FANs você tiver instalada, melhor.

Quando possível, utilize ventoinhas de 120 mm

Ventoinha AVC de 120 mm (Foto: Divulgação/AVC)

No mercado existem ventoinhas de 60, 80 e 120 mm. Quanto maior a ventoinha melhor será a sua capacidade de arrefecimento. Sempre que possível, utilize ventoinhas de 120 mm ou, então, uma combinação, usando duas de 80 mm. Tudo vai depender do design do seu gabinete.

Atenção para a pasta térmica

Algumas pastas térmicas são melhores que outras. As mais baratas, que geralmente custam em torno de R$ 10 a bisnaga, são feitas de cerâmica. Apesar de cumprirem bem a sua função, elas poderiam ser melhores.

As pastas térmicas mais caras usam prata em sua composição. A prata é um metal que conduz muito melhor o calor. Assim, ao usar uma pasta térmica de alta qualidade, você garante que o calor que sai do seu processador está sendo praticamente todo conduzido pela pasta térmica para as aletas do cooler.

Invista num bom cooler

Cooler V10, da Cooler Master (Foto: Divulgação/Cooler Master)

O cooler é o principal componente responsável por deixar o processador trabalhando em temperaturas aceitáveis. Especialmente se você tiver um processador de alto desempenho,

... como um Core i7, a instalação de um cooler de alta qualidade é mais do que recomendada.

Os coolers padrão, que vêm na caixa do processador, não são tão bons quanto coolers profissionais e mais caros. Esse tipo de cooler possui ventoinhas maiores e mais rápidas, mais aletas de cobre e, em alguns casos, chegam a refrigerar até mesmo outros componentes, como a memória RAM.

Compre memórias e placa-mãe com dissipadores

Módulos de memória RAM mais simples deixam os chips expostos, sem nenhum tipo de proteção e refrigeração. Já os modelos mais caros e melhores, vêm com os dissipadores de calor.

Os chips de memória e boa parte da placa são cobertos por um material condutor de calor, que ajuda a deixa esse componente mais frio. Algumas placas-mãe, também, usam bons dissipadores de calor nos chipsets, que atualmente estão cada vez mais complexos e rápidos. Assim, dê preferência para componentes que possuem dissipadores de calor.

Organize os cabos da fonte de alimentação

A fonte de alimentação tem a capacidade de transformar o interior do seu gabinete em uma bagunça. O emaranhado de fios e cabos pode acabar atrapalhando a circulação de ar no interior do gabinete.

Assim, tire um tempo para organizar os cabos de sua fonte, prendendo-os em algum lugar ou amarrando-os de forma a ficarem mais organizados. Sempre deixe as passagens de ar desobstruídas.

Use um water-cooler

Exemplo de water cooler (Foto: Divulgação/CoolerMaster)

Mas, se você quer ter um sistema de arrefecimento realmente eficiente, instale um water-cooler. Eles usam um líquido especial para manter todos os componentes refrigerados.

A sua instalação é bem mais complexa do que a de coolers a ar, mas eles são bem mais eficientes. Alguns kits podem resfriar não apenas o processador, mas também a placa de vídeo, a placa-mãe e outros componentes.

Com essas dicas você com certeza manterá a temperatura interna de seu computador mais apropriada para os componentes trabalharem adequadamente.

Qual a diferença entre processadores i3, i5 e i7? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.