The Legend of Zelda: Ocarina of Time é considerado um dos melhores jogos de todos os tempos e, além de sua história densa e impressionante, ele agrada também pelos “easter eggs” e detalhes curiosos. O TechTudo preparou uma lista com 15 fatos interessantes, e alguns até não muito conhecidos, sobre o famoso jogo da Nintendo.

The Legend of Zelda: veja as aparições dos personagens da série em outros jogos

Você sabia, por exemplo, que The Legend of Zelda: Ocarina of Time foi pensado, no começo, como uma experiência em primeira pessoa? Ou que Epona, a égua que se transforma na grande companheira do Link adulto, tinha tudo para ser utilizada como animal de outro personagem da Nintendo? Confira todas as curiosidades abaixo.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time é um dos maiores jogos de todos os tempos (Foto: Reprodução/Thiago Barros)

Necessidade do Link “fofo” mudou a história do game

Na concepção do game, inicialmente Link seria somente um adulto. Afinal, para o estilo de jogo de combate com espadas (inspirado no gênero de filmes Chanbara do Japão), ter um personagem adulto faria muito mais sentido. Porém, Shigeru Miyamoto lembrou que havia a necessidade de se ver um “Link fofo”. Daí começou-se a pensar como ter um Link forte para as lutas, mas também um Link “bonitinho”. E o resto é história…

Link poderia ser apenas adulto em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Thiago Barros)

Game em primeira pessoa

Bem no começo do desenvolvimento do game, Ocarina of Time era cotado para ser um jogo em primeira pessoa. No entanto, o famoso designer/produtor Shigeru Miyamoto viu os desenhos de Link e pensou que seria um desperdício deixar o personagem, tão bem feito, sem aparecer tanto. Não poderia ter dado mais certo.

Já pensou se The Legend of Zelda: Ocarina of Time fosse assim o tempo inteiro? (Foto: Reprodução/Thiago Barros)

Personagens sem pernas

Quando uma cena de fim de animação em lojas aparece e os atendentes, que ficam atrás dos balcões surgem, se você reparar bem, só consegue vê-los da cintura para cima. A razão para isso é simples: os designers não fizeram as pernas deles. Como eles ficariam sempre atrás de alguma coisa, foram criadas só suas “partes de cima”.

Personagens que ficam atrás de balcões não têm pernas em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Flying Omelette)

Mais sangue do que o normal

Ocarina of Time é um jogo, em certos momentos, “violento”. Ainda mais para produções da Nintendo. Sabe-se que a empresa tem uma certa política “anti-sangue” nos games, e até o próprio Ocarina of Time teve cenas alteradas de sua produção original para ficar mais “ameno” para o público infantil. Mesmo assim, ao contrário de outros games

... da empresa, ele tem ainda algumas cenas “chocantes”, como as mortes de chefões, e poças de sangue nos cenários, como no Shadow Temple e no poço da Vila Kakariko.
ZThe Legend of Zelda: Ocarina of Time tem muito sangue para o padrão Nintendo (Foto: Reprodução/Flying Omelette)

Shigeru Miyamoto está no game

O grande “mago” da Nintendo, o japonês Shigeru Miyamoto está em Ocarina of Time. Não como Hideo Kojima em Metal Gear V, mas sim, em uma sutil homenagem. O vendedor de máscaras, Happy Mask Salesman, tem o rosto inspirado nos traços de Miyamoto, criador da série Zelda, e também de outras grandes franquias, como Mario e Donkey Kong.

Miyamoto recebeu homenagem em personagem de The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/YouTube)

Polêmica com o Islã

Espalhados pelo mundo de OoT, há diversos cubos, nos quais Links tem que subir para alcançar outros locais mais elevados. Muitos marcados com uma lua e uma estrela. É o mesmo símbolo do Mirror Shield, escudo que Link obtém quando adulto. Isso gerou uma série de problemas com os islamistas, pois parece as bandeiras de Turquia e Paquistão. E para piorar, no momento da entrada no Fire Temple, as vozes assustadoras parecem fazer uma prece islâmica, segundo eles. Por isso, nas versões após a original, feita pro Nintendo 64, tanto o símbolo como as vozes foram alterados.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time: símbolo da Lua e Estrela foi substituído em versões posteriores (Foto: Reprodução/Geekly News Gazette)

Músicas famosas na Ocarina

A Ocarina é um instrumento musical, e por isso, além das canções do jogo, você também pode usá-la para “tocar” músicas famosas, como os temas de filmes populares como dos Homens de Preto, Titanic, Simpsons e 007, por exemplo. Neste link, há as instruções, em inglês, para fazer algumas delas.

Ocarina pode ser usada para tocar músicas famosas em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Thiago Barros)

Navi era apenas um triângulo

A fada que todos amamos odiar, inicialmente, era só um triângulo indicando onde procurar alguma coisa. Mas o designer, Yoshiaki Koizumi, quis dar uma incrementada nas coisas – e pensou: “por que não uma fada?”, afinal, elas já fazem parte da série. Primeiro, era para ela ser uma menina bonitinha, mas seria demais para hardware do Nintendo 64, então ela ficou em um formato “tradicional” de fada. Seu nome é Navi porque ela era um sistema de “navegação” (navigation).

Meme brinca com tradicional fala de Navi em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/YouTube)

Equipe do game só tinha três pessoas

Quando Ocarina of Time começou a ser desenvolvido, era só “mais um game”, e talvez por isso sua equipe de desenvolvimento fosse bem pequena. Eram apenas três pessoas participando da criação do game: Jin Ikeda, Toru Osawa e Yoshiaki Koizumi. Mas com o passar do tempo, o jogo foi crescendo e, segundo o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, tornou-se um “processo massivo que envolveu a quase todos da empresa”.

Yoshiaki Koizumi é um dos grandes responsáveis por The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Nintendo Enthusiasts)

Derrote o Skull Kid

Você pode derrotar o Skull Kid, sabia? Quando é criança, somente pode tocar músicas com ele, mas quando for adulto, você pode voltar aos labirintos da floresta e atacá-lo, de espada mesmo. Usando a Biggoron Sword, então, a batalha fica fácil, fácil. Ao derrotá-lo, você ganhará 200 rupees.

Derrotar o Skull Kid gera 200 rupees em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Geekly News Gazette)

Tubarão escondido

O fundo do mar sempre tem surpresas. Neste caso, o “fundo da piscina”. Ao descer no tanque de mergulho do Laboratório no Lake Hylia, você encontrará um tubarão “preso”. Porém, não é possível soltá-lo e não há nada de útil ali.

Tubarão está escondido em piscina do Laboratório de The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/YouTube)

Toda a ação seria no Castelo

Um dos grandes diferenciais de Ocarina of Time é seu enorme mundo, com vários tipos de cenários para as aventuras de Link. No entanto, Shigeru Miyamoto pensava em toda ação acontecer dentro do Castelo de Hyrule, com várias salas diferentes, mas tudo em apenas um ambiente, como o Castelo da Princesa Peach em Mario 64. Mas felizmente, nem tudo o que o “mago” deseja é feito, e o “mundo aberto” de Zelda: Ocarina of Time tornou-se épico.

Castelo seria o cenário de tudo em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Thiago Barros)

Quadros de Mario e Bowser

Ocarina of Time é cheio de referências à série do encanador. No castelo de Hyrule, você poderá encontrar quadros de Mario e Bowser, à esquerda do local onde Zelda espera por Link. Além disso, a placa na entrada da Dodongo’s Cavern é a mesma usada para “trollar” usuários em Mario 64, achando que liberariam Luigi caso pegassem todas as moedas.

Vá até essa área do castelo e veja os quadros em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/YouTube)

Por falar em Mario e Bowser…

O Lon-Lon Ranch é o local com mais referências a Mario. Olhe bem para Talon e Ingo. Eles não se parecem com Mario e Luigi? Além disso, Talon e sua filha, Malon, vestem “abotoaduras” com o rosto de Bowser. E, para completar, a égua Epona, companheira das viagens de Link adulto, foi pensada originalmente para ajudar Mario em Mario 64.

Malon e Talon usam acessório com o rosto de Bowser em The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/Geekly News Gazette)

Não, não é possível pegar a Triforce… Mas seria!

Um mito que ficou na história de Ocarina of Time é a presença da Triforce, como um item jogável. Diversas teorias de como pegá-la já rodaram na Internet, mas nenhuma funciona. Porém, nas primeiras versões do game, ela havia sido feita para que Link a obtivesse, como em outros jogos da série. Infelizmente, não se sabe porque na edição final do jogo ela foi removida.

Triforce poderia ser obtida nas versões de testes de The Legend of Zelda: Ocarina of Time (Foto: Reprodução/YouTube)

O que você achou do novo The Legend of Zelda para Wii U? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.