Nos anos 90, Mortal Kombat era um fenômeno global, com presença não apenas nos games, mas em animações, filmes, séries de TV e até mesmo na música eletrônica. Não era difícil imaginar que outras produtoras tentariam surfar a mesma onda, e tentar pegar alguns milhares de dólares que pareciam brotar sempre que sangue surgia na tela. 

PSOne: relembre os dez piores jogos lançados para o console da Sony

Os jogadores da franquia percebiam facilmente aqueles jogos que foram mal produzidos. Confira agora uma lista com os games mais bizarros que tiveram clara inspiração do game de luta Mortal Kombat.

 
Precursor de uma geração, Mortal Kombat inspirou diversos jogos ruins (Foto: Montagem / Dario Coutinho)

Way of the Warrior

Antes de produzir games incríveis, e multipremiados como Uncharted e The Last of Us, a Naughty Dog tentava não falir ao lançar Way of the Warrior. O ano era 1993, e a produtora tinha acabado de conseguir um último investimento para um jogo de luta revolucionário para uma importante publicadora, a Universal Interactive Studios.

Game foi desenvolvido pela Naughty Dog e contou com a participação de amigos dos produtores para incorporar alguns personagens (Foto: Reprodução / Gamefaqs)

Way of the Warrior, no entanto, ficou muito longe da promessa, mas salvou a Naughty Dog da falência, algo que por si só, pode ser considerado uma vitória desse horroroso game.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Ultra Vortex

Desenvolvido para o Atari Jaguar, Ultra Vortex possui gráficos horríveis, apesar de ter sido lançado de modo tardio em 1995. Os “Fatalities” presentes no game contam com explosões hilárias de cabeças gigantes e outras finalizações que vão além da violência extrema.

O game possui um fatality que transforma os inimigos em um monte de fezes. É uma finalização que praticamente traduz o que qualquer jogador pensa deste título.

O que dizer de um jogo onde é possível transformar os inimigos em fezes (Foto: Reprodução / Youtube)

War Gods

Desenvolvido pela própria Midway, ou seja, a produtora de Mortal Kombat, War Gods foi uma tentativa de revisitar a fórmula e criar uma nova franquia. Lançado para Nintendo 64 e Playstation One, os cenários e personagens 3D passavam longe de convencer até o gamer mais entusiasmado.

A péssima modelagem dos personagens foi um dos principais motivos que deixou o jogo pouco expressivo, o que afastou a audiência e dava sérios sinais de que iria demorar para a Midway acertar a fórmula para um Mortal Kombat em 3D.

... riginal/2016/01/18/war-gods-midway.jpg" alt="War of the Gods falhou miseravelmente e acabou com os sonhos da Midway de ter duas franquias parecidas de jogos de luta (Reprodução / Youtube)" height="488" width="695">War of the Gods falhou miseravelmente e acabou com os sonhos da Midway de ter duas franquias parecidas de jogos de luta (Reprodução / Youtube)

Kasumi Ninja

Kasumi Ninja, com certeza, leva o troféu de clone mais bizarro, nojento e mal feito de Mortal Kombat. Pessimamente dublado, o game era um festival de coisas toscas e esquisitices.

Desde os movimentos descaradamente copiados da franquia de sucesso, até os efeitos sonoros mal feitos. Kasumi Ninja apresenta os lutadores com os golpes mais estranhos do mundo dos games, incluindo um escorces que lança bolas de fogo a partir da roupa de baixo.

Kasumi Ninja deve ser o primeiro jogo onde uma boa de fogo sai desse local (Foto: Reprodução / Youtube)

Shadow: War of Sucession

O extinto console 3DO era um dos preferidos pelas produtoras ocidentais testarem suas habilidades de programação. No entanto, poucas sobreviveram para contar a história, principalmente se a ideia na época, era criar um “novo Mortal Kombat”. Esse foi o conceito de Shadow: War of Sucession.

Além da captura de personagens feita porcamente, o jogo foi muito mal planejado. A codificação ficou horrível e resultou em um game com lutadores desbalanceados, bugs e fatalities que sequer existem.

Shadow: War of Sucession é tão mal feito que anuncia o clássico "Finish Him", sem sequer possuir um comando para finalização (Foto: Reprodução / Youtube)

Primal Rage

Primal Rage foi um dos poucos jogos a tentar sair do estigma de “torneio mortal” e apostava em algo diferenciado. O jogo chegou a obter sucesso nos arcades, mas as versões que se popularizaram no Brasil, foram a do Super Nintendo e Mega Drive. Infelizmente, as adaptações para consoles caseiros foi bastante limitada, e tinha poucos movimentos e finalizações sem graça.

Primal Rage é um bom jogo nos arcades, mas as versões para Mega Drive e SNES decepcionaram (Foto: Reprodução / Youtube)

Bio Freaks

Outro game inspirado em Mortal Kombat que chegou perto de obter a glória foi Bio Freaks. O conceito lembrava outras franquias de jogos de luta com armas que estavam surgindo no final dos anos 90.

Ao adicionar o fator “gore”, o game ganhou ampla cobertura da mídia. Mas controles ruins e algumas péssimas decisões de design, ajudaram a enterrar o game. Você sabe que falhou ao produzir um jogo de luta quando os golpes de finalização são decepcionantes.

Bio Freaks gerou expectativas, mas decepcionou (Foto: Divulgação / Giantbomb)

Tattoo Assassins

Que tal um game tão ruim que sequer foi lançado? Criado pela Data East, a mesma de Side Pocket, Tattoo Assassins vazou na internet depois do cancelamento do jogo. Alegando ter mais de 2196 Fatalities, Tattoo Assassins possui finalizações que incluem peidos mortais, mulheres nuas e personagens transformados em objetos randômicos.

O pôster de anúncio de Tatto Assasins lembra um filme pornô. O jogo é tão ruim que olhando para ele hoje, podemos agradecer a Data East pela decência em mandar o game para o limbo.

Tattoo Assassins é bizarro em todos os sentidos (Foto: Reprodução / Youtube)

Survival Arts

Survival Arts parece uma mistura entre Mortal Kombat, Street Fighter e Art of Fighting. A ideia era trazer sprites maiores e impressionar os jogadores com o tamanho dos personagens. Mas sem saber desenvolver o efeito de “zoom” usado nos jogos da SNK, o resultado foi um game com controles defeituosos e jogabilidade sem graça.

Tentaram misturar Mortal Kombat com jogos de SNK, o resultado foi Survival Arts (Foto: Reprodução / Youtube)

Xenophage

Xenophage se absteve da vergonha de pessoas reais capturadas via foto, mas infelizmente a 3DRealms esqueceu de renderizar melhor o seu time de lutadores.

Movimentos bizarros e gráficos que parecem propaganda de refrigerantes ruins, colocam Xenophage entre os piores clones de Mortal Kombat. Os comandos são literalmente os mesmos, e a produtora do game sequer se deu ao trabalho de bolar uma história mais original. Assim como em Mortal Kombat, um torneio com os melhores lutadores é criado para decidir o destino da Terra.

Qual o melhor game de luta com jogabilidade 3D: Tekken ou Dead or Alive? Comente no Fórum do TechTudo.

Por incrível que pareça, Xenophage ainda pode ser encontrado para compra (Foto: Reprodução / Steam)


Qual o melhor game de luta com jogabilidade 3D: Tekken ou Dead or Alive? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.