A decisão de compra de um novo processador para desktop, ou mesmo de um computador completo, esbarra em dúvidas relacionadas com a GPU embarcada nas CPUs desenvolvidas pela Intel. Uma Intel HD Graphics é melhor ou pior do que uma Iris Pro 550? Quais são as especificações técnicas dos produtos aos quais deve-se prestar atenção? A seguir, conheça as respostas para essas perguntas e tire todas as dúvidas sobre uma GPU.

O que é GPU e como funcionam os modelos existentes no mercado?

Escolher uma boa GPU, que basicamente transforma energia em informação, é algo cada vez mais importante. Recentemente, a Intel disse que está mais próxima da performance de placas dedicadas e que gamers tradicionais já podem aproveitar bons títulos usando as GPUs da marca sem a necessidade de investir pequenas fortunas em placas de vídeo.

Conheça a lógica de nomenclatura, hierarquia e os detalhes técnicos que determinam o potencial das GPUs da Intel (Foto: Divulgação/Intel)

Gerações e numeração

O primeiro fator que deve chamar a sua atenção na GPU é a geração dos produtos. Supondo que sua escolha esteja empatada entre processadores de quinta geração (Broadwell) e sexta (Skylake) da Intel, não restam dúvidas que as unidades mais atuais possuem performance gráfica bastante superior, em torno de 30%, quando comparados aos antecessores.

Outro ponto interessante para determinar a hierarquia entre as GPUs integradas da Intel é a nomenclatura. Até os produtos da arquitetura Broadwell (quinta geração), a Intel batizava os processadores gráficos com a seguinte estrutura: Intel HD Graphics 5000, Intel HD Graphics 6000 e Intel Iris Pro 6000 Graphics.

Com a chegada do Skykale, os números deixaram de ser na casa dos milhares: agora, a Intel chama suas GPUs de Intel HD Graphics 550, por exemplo. Ou ainda, uma GPU Intel HD Graphics 4000, presente em processadores Haswell, será inferior a uma 4400, dessa mesma arquitetura. Contudo, na hora de ser comparada com uma Intel HD Graphics 510, a GPU mais modesta da Intel no momento, a vantagem será para o chip Skylake, que é fruto de um projeto mais recente.

Com a mudança, um consumidor desatento poderia ser levado a acreditar que os processadores gráficos atuais são inferiores, o que não é o caso.

Especificações técnicas são a chave

A Intel não promove em tantos detalhes as informações técnicas e especificações referentes às suas placas gráficas, mas não é difícil analisar cada modelo a partir das referências usadas para medir a performance teórica de produtos mais badalados, como as placas de vídeo de NVIDIA e AMD.

O que determina a melhor GPU de Nvidia e Geforce são números como clock da GPU, quantidade de núcleos de processamento gráfico, memória disponível e interfaces de comunicação entre GPU, memória e CPU. Para a Intel vale o mesmo raciocínio.

Download grátis do app do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no seu Android ou iPhone

A Intel HD Graphics 5500 foi uma das GPUs mais bem sucedidas da marca por rodar em processadores bastante difundidos no mercado. Com 24 unidades de execução (núcleos) e 950 MHz de clock, ela foi substituída pela Iris Graphics 550, que roda com 48 núcleos, 1.1 GHz de velocidade e uma eDRAM de 64 MB, memória de acesso rápido para desafogar o processador gráfico em situações de alta demanda.

Em geral, os números determinam o confronto: mais é sempre melhor. Mas é possível, também, hierarquizá-los: quantidade de núcleos �

... � mais importante do que o clock, por exemplo. A presença de eDRAM é uma vantagem significativa para as GPUs que usam esse recurso, já que o processo de requisição e troca de informações coma memória pode ser racionalizado, garantindo uma performance ainda melhor.

Qual GPU é melhor para jogos atuais? Comente no Fórum do TechTudo

Como conhecer as especificações das GPUs da Intel?

Na hierarquia da Intel, as GPUs com o nome Iris Pro Graphics são as top de linha (Foto: Divulgação/Intel)



Especialmente no caso de notebooks, os fabricantes costumam não detalhar as configurações referentes às GPUs integradas, o que acaba deixando o consumidor pouco informado sobre a qualidade e potencial do chip usado no produto de interesse.

Nesse caso, informe-se sobre o modelo e realize pesquisas sobre as especificações no site da Intel, onde é possível obter todos os dados técnicos que determinam o potencial de performance de determinado produto.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.