Qualquer site visitado no modo anônimo do Microsoft Edge pode ficar gravado no computador, mesmo depois de a janela ser fechada. É o que afirma um estudo realizado por Ashish Singh, pesquisador forense que teria encontrado vestígios de páginas acessadas durante a navegação oculta do navegador guardados no PC sem o conhecimento do usuário.
Como importar e exportar favoritos no Microsoft Edge
Segundo o especialista, a falha pode deixar o histórico de navegação completo de usuários do Windows 10 na web sob ameaça, inclusive os sites abertos no modo privado de navegação.
Navegador padrão do Windows 10 pode vazar navegação anônima (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)
O problema está na tabela Container_n, presente no WebCache do navegador e responsável por salvar um registro de todos os sites visitados. Supostamente, o arquivo pode ser explorado para encontrar traços deixados por sites visitados anonimamente, que permitem a reconstrução do histórico do usuário. A tarefa seria difícil de ser realizada por alguém sem treinamento, mas deixa os dados vulneráveis caso ocorra algum ataque de hackers.
Download
grátis do app do TechTudo: receba
dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Um problema parecido foi identificado por outro grupo de especialistas, em 2010, nos navegadores Firefox, Chrome, Safari e Internet Explorer. Porém, atualmente a brecha de segurança teria sido resolvida. Em nota, a Microsoft admitiu o erro no Microsoft Edge e garantiu que irá resolvê-lo o quanto antes. “Recentemente tomamos conhecimento de um relatório que afirma que as guias InPrivate não estão funcionando conforme projetado. Nós estamos...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.