Uma nova técnica de impressão, chamada de 4D, está sendo desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. A novidade adapta o conceito de impressoras tridimensionais em um novo formato, nos quais objetos criados no processo podem mudar de forma com o tempo, ou em condições determinadas, dando ao sistema o “D” a mais.
O que é e como funciona a impressora 3D?
Em testes de laboratório foi a criada de uma flor que muda de forma na presença de água. Os engenheiros usaram fibras de celulose, encontradas em plantas, para criar o material de impressão. A inspiração do projeto foi a natureza, onde plantas se movem para aproveitar melhor a captação da energia solar.
Técnica visa a criação de objetos que podem sofrer alterações na sua forma com o tempo (Foto: Divulgação/Universidade de Harvard)
Além da celulose, um tipo de gel, que absorve bastante água, foi aplicado para a criação do material usado para imprimir. A flor resultante, segundo os cientistas, tem uma estrutura molecular que reage à presença da água, mudando de forma sem se quebrar e sem atingir um ponto em que sua aparência é irreconhecível.
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone Para prever os pontos em que as formas da flor sofreriam mudanças, um modelo matemático foi aplicado. Dessa forma, o design garante que as mudanças não provoquem danos estruturais ao objeto. O vídeo a seguir apresenta as formas da flor impressa sendo modificadas pela água:
Para que serve uma impressora 3D? Comente no Fórum do TechTudo Ainda de acordo com os autores do estudo, esse ti...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.