O Moto E 1 e o Moto E 2 marcam dois momentos importantes da linha E, da Motorola. O celular com preço mais baixo teve lançamento em 2014. No ano seguinte o smartphone foi renovado com a chegada do Moto E 2015, também conhecido como Moto E de Segunda Geração. As diferenças mais significativas – em termos de especificações – estão na câmera frontal, a tela maior e uma versão mais atual do sistema Android.
Como liberar espaço na memória RAM do Moto ESe você quer comprar o Moto E mas está na dúvida sobre qual modelo escolher, fique ligado nesta matéria especial. Nós avaliamos a ficha técnica e te indicamos o que mudou no breve intervalo de um ano.
O software também melhorou, passando da versão do Android 4.4 KitKat para o Android 5.0, Lollipop. Mas a fabricante já adiantou que esse ano ainda os usuários da segunda geração poderão atualizá-lo para o Android Marshmallow (6.0). Confira na matéria todas as mudanças entre os modelos. Tela Apesar de terem a mesma resolução de 960 x 540 pixels, a segunda geração chegou com uma tela de 4,5 polegadas, enquanto o modelo antigo possuía 4,3 polegadas. O novo modelo ganhou o recurso Moto Tela, que exibe a hora e as últimas notificações constantemente. Com essa funcionalidade não é preciso apertar o botão de Liga/Desliga sempre que quiser ver essas informações.
Moto E 2ª geração possui tela de 4,5 polegadas. (Foto: Carol Danelli/TechTudo)
Versão do Android A primeira geração do Moto E rodava o Android 4.4 KitKat. No final do ano passado, o modelo recebeu uma atualização para a versão 5.1 Lollipop.  Já a segunda geração do celular roda o Android 5.1 Lollipop desde o lançamento. A Motorola, no entanto, já revelou que planeja atualizá-lo para a versão 6.0 Marshmallow. Câmera frontal O primeiro Moto E não contava com câmera frontal, mas a fabricante incluiu o item no modelo de 2015, mas com resolução é VGA, que é bem básica para os padrões atuais. Não houve mudanças na câmera traseira, que possui 5 megapixels e não conta com flash LED.
Foi adicionado também um recurso de software, que ativa a câmera chacoalhando o aparelho com a tela desligada.
Moto E 1ª geração não contava com câmera frontal. (Foto: Carol Danelli/TechTudo)
4G Outro recurso adicionado à nova geração do Moto E foi o suporte para a conexão 4G LTE. A opção, no entanto, está disponível em apenas duas das três variantes vendidas pela Motorola. Os modelos que contam com a novidade contam com hardware superior. TV digital (DTV) Na prim...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.