Com a chegada das memórias HBM e as novas placas de vídeo da AMD que devem usar memórias HBM2, muitos usuários cogitaram o fim da tecnologia anterior, a GDDR5. No entanto, o JEDEC, organismo que regulamenta especificações para diversos tipos de componentes eletrônicos, definiu as linhas gerais de um novo padrão, o GDDR5X, que pode aparecer nas próximas placas Pascal da NVIDIA.
Saiba como escolher a melhor fonte para sua placa de vídeo Se o rumor se confirmar, os consumidores serão confrontados com duas opções completamente diferentes em termos de especificações: de um lado, as memórias HBM em placas de vídeo da AMD e, do outro, GDDR5X rodando nas Pascal da Nvidia. Mas qual é melhor? Confira todas as diferenças e vantagens e veja qual vale a pena. 
Imagem mostra uma GPU cercada por módulos de memória GDDR5 (Foto: Divulgação/Nvidia)
Números O ponto central em relação ao desenvolvimento de memórias RAM para uso em situações alta demanda de performance, como é o caso das placas de vídeo, vem sendo concentrado em dois aspectos. O primeiro é a largura de banda, que pode ser entendida como a quantidade de dados que a memória consegue trocar com a GPU no menor espaço de tempo possível. O segundo aspecto é a performance por watt: melhor desempenho com consumo cada vez menor de eletricidade.
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tech no Android ou iPhone De cara, a HBM2 sai na frente porque a largura de banda permitida é maior. Módulos desse tipo podem conversar com a GPU a velocidades de até 1 TB/s (terabyte por segundo), enquanto que o GDDR5X, embora dobre as velocidades da GDDR5, deve atingir velocidades de 14 GB/s, com potencial de chegar a 16 GB/s. Diferenças de conceitos Memórias GDDR (5 ou 5X) usam um conceito de design em que o chip é fabricado em uma área bidimensional, ou em uma única camada. Isso significa que, para que uma placa de vídeo tenha 4 GB de memória, é necessário que exista uma grande área no PCB (circuito impresso onde memórias e outros componentes são soldados) para abrigar os módulos necessários para compor essa quantidade. Hoje, cada módulo independente de memória GDDR5X pode ter até 1 GB. Para uma placa com 4 GB, seria necessário que existissem quatro módulos espalhados no PCB. Por outro lado, a ideia das memórias HBM diminui a necessidade de espaço, abrindo caminho para que fabricantes criem placas menores, mas com mais memória.
R9 Fury X foi a primeira placa de vídeo a contar com memória RAM do tipo HBM (Foto: D...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.