Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Produtos exclusivos e VIPs existem aos montes. Mas o Tonino Lamborghini talvez seja o produto-ostentação mais extorsivo que existe. Afinal, quem paga US$ 6 mil num Android com cara de Transformer que não tem absolutamente nada de especial? Conferimos o mimo na CES 2015 e a conclusão é: o aparelho é um excesso (assim como tudo em Vegas).

Acompanhe a cobertura da CES 2015

Tonino Lamborghini (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Conheça o smartphone ostentação ca CES 2015 (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Mesmo os fãs de carros, apaixonados por velocidade e por produtos que geram alguma experiência – como ir de 0 a 100 km/h em 5 segundos -, torcem o nariz para esse Snapdragon quad-core 801, que roda a 2,3 GHz, tem 3 GB de RAM e 32 GB de memória interna. Com o Tonino talvez você até possa jogar Forza, mas estará longe do desempenho dos tops octa-core.

Quais são os melhores lançamentos da CES 2015? Comente no Fórum do TechTudo.

Com uma tela de 5 polegadas e 1920 x 1080 de resolução, você também não tem nada de vantagem em relação a praticamente todos os tops do mercado. Talvez a câmera tenha alguma qualidade, com seus 20 MP, a traseira, e 8 MP, frontal, e consigam deixar suas Testarossas ainda mais brilhantes, sobretudo nas selfies. Mas ainda assim você não tem o desempenho de um Lumia, um LG G3, um iPhone 6 ou de um S5.

Tonino Lamborghini (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)O Tonino Lamborghini tem um bom acabamento e não entorna ou arranha (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)

Tudo bem que o Tonino não tem plásticos ou acabamentos meia-boca, e mesmo não entorte nem arranhe. Mas seu corpo de aço inox, com acabamento dourado, e detalhes em couro talvez justificassem algumas centenas de dólares. Mas não os milhares.

Por alguns minutos, conseguimos ligar o smart, testar, tirar algumas fotos, rodar alguns programas, mas, novamente, nada de especial. Talvez a coisa mais legal do Tonino Lamborghini seja as tampinhas das portas USB, microSD e SIM, que imitam o supercarro italiano. E, certamente, o fato de existirem “apenas” 1.947 cópias do aparelho.

Siga a CES 2015 minuto a minuto 

No geral, quem quiser um “smartphone ostentação” deve partir para uma das versões com corpo de ouro maciço e cravejada de diamantes. Agora, se você quer que seu aparelho fique com cara de esportivo italiano, é melhor partir para uma das capinhas de R$ 50 que existem aos montes. Dar US$ 6 mil dólares num Android que não é veloz nem furioso beira à insanidade.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.