O padrão USB tipo C traz um conector universal para notebooks e celulares que acaba com a dificuldade de achar o lado certo para conectar e, de quebra, dá mais capacidade a aparelhos externos. Muitos dispositivos já adotaram o novo padrão, porém alguns cabos não são projetados corretamente, e podem danificar seu eletrônico ao conectar com outra extremidade tipo A.

Além do armazenamento: conheça funções ‘pouco conhecidas’ do USB

Para aproveitar a tecnologia em seus dispositivos, conheça alguns cuidados necessários e evite que o aparelho fique prejudicado com o USB-C.

Cabo com USB tipo C em uma extremidade e USB tipo A do outro lado (Foto: Divulgação)Cabo com USB tipo C em uma extremidade e USB tipo A do outro lado (Foto: Divulgação)

Riscos do cabo USB-C

Um hardware pode ser danificado por um cabo USB tipo C ruim facilmente, no entanto, o grande perigo está nos cabos que possuem um conector C de um lado e uma entrada USB mais antiga do outro. 

Download grátis do app TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu Android ou iPhone

O motivo do problema está na incompatibilidade com a nova especificação. Os dispositivos USB-C podem suportar o carregamento mais rápido, mas as entradas tipo A (mais antigas e mais utilizadas até hoje) nunca foram projetadas para fornecer a quantidade de energia que o novo cabo exige. 

Para exemplificar, ao conectar um celular com porta USB-C em um computador com entrada USB-A, o cabo ruim tentará extrair uma quantidade maior de energia, danificando o notebook ou a porta do PC. No entanto, se o cabo for de qualidade, deverá impedir que o smartphone force as entradas mais antigas, sem prejudicar qualquer peça. 

Cuidado com fabricantes

Muitos cabos, principalmente os mais baratos, não são projetados corretamente e podem causar esse tipo de problema. Porém, como ainda existem poucos dispositivos com o padrão, as consequências são pouco divulgadas. 

Como encontrar um cabo de qualidade

Antes de comprar um cabo com um conector USB tipo C em uma extremidade e um conector USB mais velho do outro lado, você deve ter certeza de que o dispositivo é compatível com a especificação USB-C e não irá danificar qualquer aparelho. 

Um bom local para começar a procurar é o perfil de Benson Leung , funcionário do Google que trabalhou no hardware do Chromebook Pixel e Pixel C, na Amazon. Leung analisa os cabos vendidos em diversas lojas online e aponta vantagens e desvantagens de cada modelo.

Evite plugar e desplugar o cabo USB com muita frequência (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)Problema pode ser de transição e logo surgirão atualizações (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)

Outra opção para encontrar cabos de qualidade

... é o site USB-C Compliant   (usbccompliant.com). A página lista os dispositivos já revisados e reconhecidos pelas especificações corretas. 

Conclusão

Espera-se que este seja apenas um problema de transição e que esses cabos ruins desapareçam do mercado à medida que mais pessoas comprem dispositivos USB Tipo C.

A tecnologia também não será um problema quando todos os dispositivos mais antigos com portas USB tipo A deixarem de ser usados. Isso, é claro, ainda pode demorar bastante. Até lá, siga as dicas acima e tenha muito cuidado.

Usar carregador de outra marca estraga o celular? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.