O navegador Microsoft Edge passa a contar com o reforço de codecs de vídeo e de áudio que devem facilitar a vida de desenvolvedores, além de promover navegação mais rápida em sites que ofereçam áudio e vídeo suportados pelos formados para os usuários do Windows 10. O formato WebM, usado para rodar vídeos em HTML5, conta com materiais que são gerados a partir dos codecs VP9, para imagem, e Opus, para áudio. O suporte nativo a esses formatos permitirá que desenvolvedores criem sites mais otimizados para rodar no Edge, além de favorecer o navegador na hora de reproduzir vídeo em WebM.

Microsoft Edge vai bloquear animações em Flash automaticamente

Para entender melhor, basta ver o WebM como o nome do arquivo de vídeo (como AVI, MKV, MP4 e etc). Desenvolvido pelo Google, o WebM foi pensado para servir como formato de vídeo para funcionar em páginas com HTML5, como o YouTube. Sendo assim, dispensando o velho Adobe Flash Player.

Edge passa a contar com suporte a WebM e aos codecs relacionados ao formato: VP9 e Opus (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)Edge passa a contar com suporte a WebM e aos codecs relacionados ao formato: VP9 e Opus (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)

Os codecs, por outro lado, são softwares que permitem que um dispositivo decodifique vídeo e áudio. O VP9, usado para vídeo, é um codec bastante eficiente, criado para funcionar com o WebM e para oferecer suporte a vídeos em alta resolução (4K) em páginas da Internet, como streaming online. O Opus, por outro lado, serve para permitir que o PC leia o áudio presente em determinado vídeo.

Qual é o melhor navegador de Internet da atualidade? Comente no Fórum do TechTudo.

A novidade passa a estar disponível na versão 14.14291 do Microsoft Edge e estará desativada por padrão. A razão para isso é a necessidade a aceleração de hardware para que a decodificação via codecs funcione corretamente. Como não há meio de garantir que cada computador possui hardware poderoso o suficiente, a Microsoft decidiu liberar tudo em caráter de testes.

Caso você já use a versão mais recente do Microsoft Edge, pode ativar o WebM a partir das configurações internas. Para acessá-las, digite “about:flags”, sem aspas, na barra de endereços. Localize “Media Source Extensions” e ative os codecs Opus e VP9.

Download grátis do app do TechTudo: re

... ceba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Esses novos formatos, introduzidos no jovem navegador da Microsoft, são realidade nos concorrentes há algum tempo. Google Chrome, Firefox e Opera são exemplos de navegadores que já oferecem o suporte para o WebM e os respectivos codecs, VP9 e Opus, há algum tempo.

Via Windows, MSPowerUser



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.