Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Pesquisadores da Universidade de Columbia, nos Estados Unidos, criaram um novo tipo de câmera fotográfica, cujas lentes, que podem ser dobradas, têm a espessura de folhas de papel. Essas duas características permitem que essas lentes sejam moldadas e fixadas a objetos.

Descubra qual é o melhor tipo de lente para suas fotos

Além disso, as lentes criam condições para que o campo de visão de uma área a ser fotografada seja alterado simplesmente sendo dobrada e flexionada. De acordo com os cientistas, a intenção é permitir que qualquer superfície capture imagens.

As lentes criadas pelos cientistas funcionam em conjunto. Quando o material é dobrado, as lentes alteram o campo de visão e permitem a captura de fotos mais abertas, ou mais fechadas – dependendo da intensidade da torção. Em testes, os pesquisadores observaram que a câmera capturava campos mais amplos conforme o ângulo de torção da lente aumentava, tudo isso sem problemas de serrilhamento e artefatos.

Lentes são dispostas em material feito de silicone (Foto: Divulgação/Universidade de Columbia)Lentes são dispostas em material feito de silicone (Foto: Divulgação/Universidade de Columbia)

Em resumo, é como se você pudesse curvar a lente da sua câmera: ao aumentar a curvatura, a distância focal da lente mudaria, permitindo que ela “enxergasse” uma área maior e, consequentemente, permitindo uma fotografia mais aberta. Pelo contrário, ao diminuir a curva, a lente fica mais focada e o campo de visão diminuir proporcionalmente.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Para montar a câmera em si, foi usada uma rede de 33 lentes feitas com silicone. Para regular a abertura, em outra camada, uma camada de nylon. Uma Nikon D90 foi colocada na sequência para registrar as imagens capturadas a partir das lentes feitas de silício e nylon.

O vídeo abaixo dá uma ideia de como tudo funciona:

Trata-se de uma pesquisa em estágios iniciais e a perspectiva de lentes e câmeras que podem se moldar a qualquer superfície é ainda uma promessa do futuro. Os pesquisadores da Universidade de Columbia pretendem desenvolver detectores e outros instrumentos que refinem o uso do protótipo.

Canon ou Nikon, qual a melhor câmera abaixo de R$ 1 mil? Comente no Fórum do TechTudo

Via Columbia

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.