Se você está procurando uma nova TV, provavelmente já esbarrou no termo Upscaling. A tecnologia, também presente em reprodutores de vídeo como leitores de Blu-ray, promete ser um paliativo para a falta de conteúdo feitos originalmente em altas resoluções, como 4K ou UHD.

Vale a pena investir em uma TV 4K no Brasil? Descubra

Mas, afinal, como funciona o recurso? Será que a ferramenta realmente cumpre com o prometido sem causar perda na qualidade da imagem? Descubra abaixo como funciona o Upscaling e veja se a tecnologia pode fazer a diferença na reprodução de vídeos na sua televisão.

Upscaling permite que vídeos em 1.080p seja simulado para 4K (Foto: Divulgação/Panasonic) (Foto: Upscaling permite que vídeos em 1.080p seja simulado para 4K (Foto: Divulgação/Panasonic))Upscaling permite que vídeo em 1080p ganhe 'simulação' em 4K (Foto: Divulgação/Panasonic)

O que é?

Upscaling é a tecnologia utilizada em televisores e reprodutores para simular a imagem em uma resolução mais alta do que é originalmente.

Imagine um filme disponível apenas em 1080p. Se a sua televisão fosse 4K (3.840 x 2.160 pixels) e não tivesse Upscaling, o aparelho não poderia utilizar todos os pixels disponíveis para reproduzir o vídeo.

Com a tecnologia, mesmo que o filme esteja em uma resolução mais baixa do que a capacidade da tela, todos os pixels disponíveis são utilizados na reprodução da imagem.

Como funciona?

Leitor Blu Ray também podem trazer tecnologia upscaling (Foto: Divulgação/Sony)Leitor Blu-ray também pode trazer tecnologia Upscaling (Foto: Divulgação/Sony)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

O Upscaling é feito diretamente pelo processador da TV ou por outro equipamento, como um leitor Blu-ray ou console de videogame. 

Basicamente, o recurso funciona de duas formas. A primeira é utilizando uma técnica conhecida como interpolação, que se assemelha ao zoom digital na fotografia. Um algoritmo instrui os pixels que não estão em uso a se espelharem naqueles que estão ativos, ficando duplicados com a imagem ampliada.

A segunda maneira é na aplicação de efeitos que suavizam os problemas causados pela interpolação. Neste processo de ‘esticar’ a imagem, os elementos visuais podem aparecer borrados,

... com pouca nitidez ou distorcidos.

Vale a pena?

Vale deixar claro que o Upscaling não faz milagre. A tecnologia é apenas uma solução encontrada, utilizada desde os tempos de DVD player, para a ausência de conteúdo em resoluções mais altas.

Mesmo que a TV ou o reprodutor apresente o recurso, a imagem não ficará tão boa quanto se o conteúdo reproduzido for originalmente na melhor resolução. Para extrair o máximo de uma TV 4K, por exemplo, só rodando filmes que estejam de fato na resolução 4K.

Vale a pena investir em uma TV 4K? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.