Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A Microsoft se prepara para aumentar o valor cobrado pela assinatura mensal do Microsoft Office 365. A notícia começou a circular por e-mails enviados pela Microsoft à base de assinantes do produto, informando que, a partir desta quarta-feira (27), o valor salta de R$ 21 para R$ 24 ao mês no pacote Personal.

Office 2016 ou Office 365? Entenda as diferenças

Em contato com a Microsoft Brasil para mais informações, embora tenha preferido não discutir e nem confirmar valores, a empresa admitiu que novos preços serão praticados no Office 365 a partir de 27 de abril. “Para se adequar às variações cambiais e condições de mercado, a Microsoft revisa periodicamente o preço de seus produtos, fazendo adaptações quando necessário”, explicam.

Microsoft emitiu comunicado sobre novos preços para usuários do Office 365 (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Microsoft emitiu comunicado sobre novos preços para usuários do Office 365 (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

De acordo com a Microsoft, o aumento já estava previsto há algum tempo como forma de compensar as oscilações cambiais do real frente ao dólar nos últimos meses. Os novos preços, portanto, deverão incidir em dois casos: novas compras no site da Microsoft e em processos de renovação de assinatura, a serem feitos a partir da quarta-feira (27).

Assim como os valores das mensalidades, o preço da assinatura por um ano sofrerá mudança. A Microsoft não informou o novo valor, mas se a proporção continuar de 15% de desconto para quem optar por assinar por um ano, o valor deve subir dos R$ 209 atuais para R$ 245.

O Microsoft Office 365 Personal é o plano de assinatura mais simples e acessível da suíte de produtividade. A assinatura, que permite instalação em 1 (um) PC, Mac ou tablet, garante acesso aos aplicativos do Microsoft Office, tanto nas suas versões desktop como na nuvem, oferece 60 minutos de chamadas mensais no Skype e até 1 TB de espaço no OneDrive.

Entre os demais pacotes do Office 365, Home e University, também haverá mudanças nos preços. No momento, o Office 365 Home, que permite uso da mesma licença em até cinco dispositivos diferentes, custa R$ 26 ao mês, ou R$ 259 por ano. O pacote University (para universitários) não é distribuído via mensalidades, custando R$ 259 por quatro anos de assinatura.

Microsoft Office ou Google Docs, qual editor de documentos é melhor? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.