Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Zula talvez seja o game de PC ideal para quem procura por um FPS gratuito e com gráficos que aproveitem o bom desempenho dos computadores atuais. Com lançamento planejado para o segundo semestre, este jogo turco tem tudo que Counter-Strike tem e, apesar de não fazer melhor que o concorrente da Valve, chega bem perto do que é possível.

CrossFire e Point Blank estão entre os melhores jogos de FPS grátis

Vida própria

Zula tem personalidade. Como é um jogo turco, muitos elementos refletem cenários e personagens da Turquia. Com isso o game cria uma originalidade positiva e se diferencia dos concorrentes, ainda que pegue características emprestadas de outros títulos, como o próprio CS.

Zula é o novo FPS da Playspot (Foto: Divulgação/Playspot)Zula é o novo FPS da Playspot (Foto: Divulgação/Playspot)

Alguns mapas são releituras dos encontrados em Counter-Strike, como o famoso “de_dust”, por exemplo. Claro que com gráficos diferentes e também alguns detalhes modificados, mas toda a essência está ali, no design do cenário.

Jogabilidade atual e certeira

A jogabilidade de Zula segue o que é esperado de um FPS moderno e multiplayer. O jogo tem todos os comandos mais simples de qualquer game do gênero, como tiro e visão no mouse, enquanto a movimentação, troca de armas e recarregamento fica no teclado do computador.

Personagens de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)Personagens de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)

Ele mantém também os controles da maioria de outros FPS, sem querer inovar demais. Pode parecer uma impressão inicial da fase de testes “alpha”, mas os controles parecem mais precisos do que na maioria dos jogos deste tipo.

Microtransações justas

Zula promete ser um game justo com todos. As microtransações vão existir, mas prometem ser meramente estéticas. Nos testes, a loja online estava disponível e permitiu comprar alguns itens e decorações com o dinheiro virtual fornecido para essa fase.

Cenário de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)Cenário de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)

A ideia do game é que ele recompense pela performance. Quanto melhor o jogador for em uma partida, mais experiência ele vai ganhar e, assim, evoluir de nível para destravar mais benefícios e personalizações. A loja online é uma adição boa, mas não é algo obrigatório para quem quiser jogar sem se preocupar.

Interface completa

Outro ponto positivo de Zula é que a interface do game é completa. É um game e uma rede social unidos, com menu que apresenta opções de personalizações, lista de amigos, loja online, configurações, chat e mais. Não é difícil perder algum tempo explorando as possibilidades do menu.

Parte da fase de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)Parte da fase de Zula (Foto: Divulgação/Playspot)

Leveza

Vale lembrar que Zula é um game leve, seja no download ou nos requisitos mínimos. Além de pesar pouco menos de 1,5GB na versão “alpha” – o valor pode aumentar após o lançamento –, ele roda bem em computadores mais modestos.

Zula é bonito e leve (Foto: Divulgação/Playspot)Zula é bonito e leve (Foto: Divulgação/Playspot)

Segundo a Playspot, um PC com Windows XP, memória de 512MB, Pentium 2.4Ghz e placa de vídeo de 250MB roda o game com segurança.

Quando chega?

Zula está agendado para chegar no segundo semestre, ainda sem data, e uma fase de testes abertos deve se iniciar em junho deste ano. A Playspot é conhecida por ter games como Black Squad e Magic Campus no catálogo.

O PS3 e o Xbox 360 ainda valem a pena? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.