Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A G.Skill, fabricante da série Ripjaws de memórias RAM, atingiu um recorde mundial de velocidade com seus pentes de memória. Usando a versão DDR4 das Ripjaws, técnicos da empresa foram capazes de registrar um clock de 4255 MHz. A velocidade padrão de operação das memórias usadas na tentativa é de 3200 MHz. O recorde anterior, de 4004 MHz em um pente DDR4, também pertencia à G.Skill.

Casas impressas em 3D com lama podem ser solução acessível; entenda

G.Skill leva versão DDR4 das Ripjaws a novo recorde de velocidade (Foto: Reprodução/Hexus)G.Skill leva versão DDR4 das Ripjaws a novo recorde de velocidade (Foto: Reprodução/Hexus)

Para quebrar o recorde foi utilizado apenas um pente de 4 GB de RAM DDR4. O uso de um pente único torna mais fácil a tarefa de bater limites de operação do componente, já que os técnicos da G.Skill não estavam interessados em atingir altas velocidades de processamento e de transmissão de dados. Caso optassem por dois pentes de memória, a tarefa seria ainda mais difícil, já que o limite de velocidade de uma memória poderia ser diferente da outra.

A quebra do recorde é uma jogada interessante da G.Skill para mostrar a capacidade dos seus produtos no padrão DDR4, que ainda engatinham no mercado e que são os substitutos das memórias DDR3, ainda muito mais fáceis de se encontrar por aí. Aproveite e fique sabendo tudo sobre memórias RAM.

Para romper a barreira dos 4 mil MHz, os overclockers usaram um sistema composto de uma placa-mãe Asus Rampage V Extreme, baseada no chipset X99 da Intel, um processador Core i7. Além, é claro, de muito nitrogênio líquido para evitar que o sistema derretesse.

Via Hexus

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.