A soundbar é um acessório de som desenvolvido para melhorar a capacidade de áudio das TVs de tela plana, sejam de LCD, LED ou Plasma. A ideia é oferecer um som de qualidade em um produto que tem um formato mais acessível, já que não exige espaços amplos para ser instalado. Há soundbars simples, compostas de dois alto-falantes e modelos mais complexos, que agregam subwoofers e múltiplos alto-falantes para criar som virtual surround em vários canais.

Como acabar com ruídos e interferências no sistema de áudio

Embora não substitua um home theater, a soundbar acaba sendo uma alternativa muitas vezes mais barata e de qualidade. A seguir, confira em detalhes alguns dos pontos centrais desse tipo de equipamento de som e veja como funciona, onde usar e se vale a pena investir.

Virtual Surround

Objetivo da soundbar é melhorar a qualidade do som da TV (Foto: Divulgação/Sony)Objetivo da soundbar é melhorar a qualidade do som da TV (Foto: Divulgação/Sony)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tech no Android ou iPhone

As melhores soundbars disponíveis contam com múltiplos alto-falantes para apresentar um tipo de som mais envolvente, chamado de “virtual surround”. O termo “virtual” é importante porque denuncia o fato de que, embora o som oferecido seja superior ao que o televisor consegue produzir sozinho, o efeito surround não atinge a mesma qualidade e imersão possíveis com o uso de um sistema real.

Ter essa limitação em mente é muito importante antes de investir em um aparelho desses, já que a qualidade de som pode decepcionar quem busca o áudio de cinema de um home theater.

Som ativo x passivo

Soundbar HW-J250A/ZD da Samsung é do tipo ativo e custa em torno de R$ 400 (Foto: Divulgação/Samsung) (Foto: Soundbar HW-J250A/ZD da Samsung é do tipo ativo e custa em torno de R$ 400 (Foto: Divulgação/Samsung))Soundbar da Samsung é do tipo ativo e custa em torno de R$ 400 (Foto: Divulgação/Samsung)

Há dois tipos de soundbar: as chamadas ativas e as passivas. As ativas, que são as mais comuns, são construídas de forma a abrigar todos os componentes, amplificadores e alto-falantes necessários para o seu funcionamento. Dessa forma, a instalação é bem simples e não há necessidade de ter cabos correndo em direção aos outros alto-falantes.

A soundbar passiva não é tão comum e, ao contrário das ativas, contam com alguns elementos externos, que precisam ser ligados via cabo. Isso aumenta a complexidade da instalação, distribui alguma quantidade de fios pela sala e requer mais espaço. A vantagem das passivas é a qualidade de som, normalmente superior às ativas.

Conectividade

Conectividade é importante; a soundbar Philips HTL2163B/78, que custa em torno de R$ 800, tem Bluetooth (Foto: Divulgação/Philips)Soundbar Philips oferece Bluetooth (Foto: Divulgação/Philips)

Algumas soundbars se destacam pela conectividade. Além de poder instalar o acessório no televisor nas saídas de áudio da TV, algumas oferecem possibil

... idade de serem acionadas via controle remoto e pareadas via Bluetooth. Esse recurso pode ser interessante para quem quer  ligar o celular à soundbar para ouvir música, por exemplo.

Vale sempre ficar de olho nas saídas de som oferecidas pela sua TV e aquelas disponíveis na soundbar que lhe interessa. Via de regra, os modelos mais completos contam com HDMI, entrada de áudio convencional e entrada de sinal óptico. Algumas contam, inclusive, com USB, ideal para ligar um pendrive cheio de músicas, por exemplo.

Subwoofer

Se possível, dê preferência para soundbars que contam com subwoofers embutidos. O uso dos aparelhos extras garante graves muito mais intensos e um som mais vibrante, no geral.

Qual a melhor caixa de som para o PC? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.