Já ultrapassado, o Windows 7 continua sendo uma das edições mais populares e usadas do sistema operacional da Microsoft, ultrapassando seus sucessores, as versões Windows 8.1 e Windows 10. A fabricante já encerrou oficialmente o suporte base ao software, mas isto não impede que os usuários o instalem em computadores, especialmente os mais antigos, que não conseguem suportar todos os requisitos das atualizações. Se você está pensando em instalar o Windows 7 Starter Edition em um computador, fique atento nestas cinco dicas.
Windows 7 ganha atualização com todos os updates depois do Service Pack 1
Versão antiga do Windows requer cuidados extras do usuário (Foto: Reprodução/Microsoft)
1. Sem suporte base A Microsoft encerrou oficialmente o suporte base ao Windows 7 em janeiro de 2015. Isto significa que não são desenvolvidos novos recursos para o software, incluindo alterações de design ou aplicativos novos. As únicas atualizações possíveis são correções e patches de segurança, que fazem parte do período de suporte extensivo, que deve durar até 2020. Após esta data, a versão pára de receber atualizações, algo que já ocorre com o Windows XP e outras edições antigas do Windows, que são continuam vulneráveis a bugs e falhas descobertas após o fim de seu suporte. 2. Atualização SP1 Todas as atualizações de segurança do Windows 7 já lançadas estão disponíveis para o Starter. É recomendável que os usuários instalem a versão Windows 7 Service Pack 1 e, em seguida, a atualização cumulativa que possui t...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.