Quando o assunto é livro digital, não há como negar que o Kindle é referência entre os dispositivos de leitura. O e-reader da Amazon foi lançado em 2007 e, desde então, tem chamado a atenção por conta do design simples e dos recursos, como a tela e-ink que simula papel e consome menos energia.
Por que as telas de e-readers são melhores pala leitura que as de tablets? No Brasil, a empresa de Jeff Bezos vende oficialmente o dispositivo desde 2012, quando lançou a versão nacional da sua loja de livros. Neste artigo, conheça todos os modelos de Kindle à venda no país e entenda as principais diferenças entre eles. Kindle  7ª geração
Modelo básico do Kindle custa R$ 299 (Foto: TechTudo/Barbara Mannara)
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone O Kindle mais barato disponível no Brasil traz como principal destaque a duração da bateria e o preço. Custando R$ 299, o modelo possui uma tela e-ink sensível ao toque, de 6 polegadas com resolução de 167 ppi. No nosso teste o modelo conseguiu passar uma semana longe da tomada com 5 horas diários de uso intenso, o que é surpreendente. O dispositivo possui 4 GB de armazenamento interno e Wi-Fi integrado. A conexão permite que o conteúdo comprado seja enviado ao Kindle pela Whispernet, tecnologia da Amazon de sincronização de livros armazenados na nuvem. O Kindle mais básico também surpreende pelo peso: são apenas 192 g. Ao todo ele mede 169 x 119 x 10,2 mm. Kindle Paperwhite
Kindle Paperwhite traz iluminação de fundo (F...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.