Os usuários que desejam comprar ou já adquiriram um Moto G 3 podem observar aspectos do design, configurações e registros, como o IMEI, para saber se o celular é original. Alguns comerciantes tentam vender réplicas do aparelho por um preço mais barato, mas que podem ter uma durabilidade menor e problemas no funcionamento.
Ainda vale a pena comprar o Moto G 3 ou é melhor investir no Moto G 4? 
A dica também vale para quem está pensando em investir em um Moto G 3 usado e quer conferir se ele é verdadeiro. É importante destacar que os clones do Moto G 3 não são aceitos na assistência técnica da Motorola e o Android pirata não atualiza.
Veja dicas para descobrir se o seu Moto G 3 é original (Foto: Luana Marfim/TechTudo)
Download grátis do app TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu Android ou iPhone
1. Veja o IMEI e registro da Anatel Para começar, os clones de smartphones, em muitos casos, não mostram o número de IMEI ou registro da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações). No caso do Moto G 3, esses dados estão em uma etiqueta, gravada na bateria. Para conferir, abra a tampa do aparelho e observe se há os registros na parte traseira. O IMEI deve ser o mesmo do indicado no sistema do celular: veja neste tutorial como encontrar o IMEI no Moto G 3.
Confira o número de IMEI e registro da Anatel na traseira do Moto G 3 (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)
Vale lembrar que o código IMEI é um registro único do celular, como se fosse uma “impressão digital”, e é indicado um número para cad...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.