Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O LG G5 SE é uma versão menos potente do top de linha da LG que prometia compensar a redução do desempenho com um preço mais competitivo em países emergentes. Porém, o celular chegou ao Brasil por R$ 3.499, superando o preço do iPhone SE em R$ 1.200. 

Vai comprar o LG G5 no Brasil? Saiba aproveitar acessórios de outros celulares

Para compensar em custo-benefício, o G5 SE manteve diversas características sedutoras do LG G5 estrangeiro, lançado em fevereiro, no MWC 2016, como o design modular, três câmeras com desempenho profissional e bateria removível. Além disso, o celular ainda sai de fábrica com a versão mais recente do Android, que rodou sem travamentos durante os testes. Quer saber mais detalhes sobre o aparelho? Veja as primeiras impressões.

O que os olhos logo veem no G5 SE é uma estrutura modular e elegante, idêntica a do G5 gringo. Ele perdeu as quinas quadradas do antecessor, o LG G4, e deu lugar para bordas arredondadas, o que facilita na pegada e no manuseio do smartphone. 

Aliás, as únicas características que seguem semelhantes ao antecessor são as medidas, com 149,4 x 73,9 x 7,7 mm e peso de 158 gramas. Além do botão Liga/ Desliga na traseira, marca registrada dos smartphones da LG desde o G2, que no G5 ganhou a função de leitor biométrico. No mais, o visual é completamente diferente do que a LG já apresentou até hoje. O material é basicamente de alumínio, que deixa o aparelho leve, mesmo com os módulo acoplados.

LG G5 SE tem design modular e bateria removível (Foto: Luciana Maline/TechTudo)LG G5 SE tem design modular e bateria removível (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

O G5 SE só não parece muito resistente. Apesar de o visual ser bonito, a tinta sai com uma certa facilidade, principalmente nas bordas, o que deixa o celular com aparência de velho mesmo com pouco tempo de uso.

A tela é um bom ponto a ser considerado. Ela tem 5,3 polegadas (nem muito grande, nem muito pequena) e é Quad HD com a resolução de 1440 x 2560 pixels. Como resultado, a imagem ficou bem boa, com cores saturadas, contraste e nitidez.

LG G5 SE: o que você achou da versão brasileira do top de linha? Comente no Fórum do TechTudo.

Ela também conta com a função Display Always On, que deixa a sempre ligada, caso o usuário queira conferir as horas no celular ou as mensagens recentes. O recurso também funcionou normalmente e a LG promete que isso não vai gastar mais a sua bateria.  

LG G5 vem de fábrica com Android 6.0 (Foto: Luciana Maline/TechTudo)LG G5 SE vem com Android Marshmallow de fábrica (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

O desempenho do processador G5 SE era a grande dúvida, após surgirem os rumores de que o smartphone não viria com o Snapdragon 820 do G5. Ele chegou com o um Qualcomm Snapdragon 652 octa-core de 1,8 GHz e ainda vem com 3 GB de RAM, um downgrade de 1 GB da primeira versão do top de linha. Sem dúvidas, uma aparelhagem mais modesta para as mesmas configurações de tela, câmera, sistema operacional, bateria, entre outros. 

Porém, durante os testes, o Android 6.0 (Marshmallow) rodou aparentemente bem, não houve qualquer travamento, e o telefone não esquentou além do esperado. Para não passar em branco, a única desvantagem foi na hora de abrir o app da câmera, que demora um pouco além do previsto. Aliás, a câmera traseira, quando em modo automático, também demorou para fazer a leitura da luz ambiente, prejudicando balanço de branco e intensidade de luz. Ponto negativo principalmente na hora de fazer vídeos.

Tirando esse detalhe, o conjunto de câmeras do G5 SE é um dos grandes atrativos do celular. A frontal, para selfies, tem 8 megapixels e cumpriu bem sua função. Atrás, ele conta com duas câmeras: uma de 16 MP (f/1.8) e outra com 8 MP, que possui uma lente grande angular 135º.

A primeira delas funcionou como o previsto, com bom desempenho para ambientes fechados e iluminação pontual. Para somar a boa performance, ela ainda conta com um flash de LED e um foco a laser. Já a segunda, apesar de chamar a atenção pelo ângulo alternativo ao mercado, ela apresentou um desempenho bem fraco em ambientes de pouca luz, prejudicando a imagem em contraste e definição. 

O LG G5 SE permite entrada de acessórios que aumentam o desempenho da câmera (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O LG G5 SE permite entrada de acessórios que aumentam o desempenho da câmera (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

A app da câmera é fácil de usar e ainda oferece opções interessantes tanto para quem fotografa em modo automático, quanto para quem quer mais autonomia, com alguns recursos manuais, como balanço de branco, ISO, profundidade de campo, entre outros. A experiência com funções manuais lembra os "cameraphones" da linha Lumia, da Nokia, como o Lumia 1020 ou Lumia 930

Para somar, a LG ainda trouxe alguns acessórios para melhorar o desempenho da câmera, que sincronizam muito bem com o smartphone. Um deles é o LG Cam Plus, um módulo que fica acoplado no slot da bateria e deixa o celular com uma pegada mais firme, importante para as fotos não saírem tremidas, além de mais autonomia em recursos e aumentar a bateria em 1.200 mAH.

O módulo LG CAM Plus no LG G5 SE: aumenta o desempenho da câmera e bateria (Foto: Luciana Maline/TechTudo)O módulo LG CAM Plus no LG G5 SE: aumenta o desempenho da câmera e bateria (Foto: Luciana Maline/TechTudo)

Há também o LG 360 Cam, uma câmera compacta que tem 13 MP, grava em 4K e três microfones para capturar áudio 5.1. Seu grande diferencial mesmo é que ela produção vídeos em 360º. 

Só não houve tempo para analisar se há um consumo maior da bateria de 2.800 mAh diante deste cenário. A vantagem é que ela é removível, o que permite que o usuário carregue no bolso uma bateria para alternar quando precisar. A troca, no entanto, não é tão fácil quando parece. É necessário acionar um botão, na lateral, que é duro e necessita de uma posição específica do dedo. Porém, quando encaixada a nova bateria, ela parece bem segura e não apresenta soltar durante o uso.  

O LG G5 SE chegou por R$ 3.499 e só há a opção de 32 GB memória interna, mas tem slot para microSD de até 2 T. Ele chega às lojas a partir desta quinta-feira (2) em quatro cores: dourado, prateado, titânio e ouro rosa.

*A jornalista viajou a convite da LG

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.