Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

I am Setsuna também marcou presença durante a E3 2016. Inspirado nos clássicos RPGs dos anos 90, Setsuna transborda nostalgia de ponta a ponta. Com data de lançamento marcada para 19 de julho, no PS4 e PC, o novo jogo da Square Enix tem tudo para encantar os fãs de RPG. Jogamos a demo durante a E3, confira!

Demo 'Titan' de Final Fantasy XV impressiona no visual; confira o teste

I am Setsuna compartilha elementos com muitos dos RPGs clássicos que chegaram ao ocidente, a começar pela própria narrativa. A história inicia com o protagonista Endir, um guerreiro que ganha a vida fazendo trabalhos como mercenário. Durante o tutorial, ele mostra seu lado heroico ao salvar uma garota, mas logo mostra sua faceta mais sombria: ele é contratado para assassinar outra menina, chamada Setsuna.

I am Setsuna se inspira nos RPGs clássicos; confira nosso teste (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)I am Setsuna se inspira nos RPGs clássicos; confira nosso teste (Foto: Reprodução/Tais Carvalho)

O que Endir acaba descobrindo em seguida é que Setsuna é uma das escolhidas para ser sacrificada, ritual que serve para prevenir que criaturas invadam as cidades. Mas a quantidade de monstros parece só aumentar, assim como o número de sacrifícios. Com isso, Endir conhece um grupo que quer acabar com esses rituais e proteger Setsuna.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Durante a exploração do mapa para encontrar Setsuna que nos deparamos com o sistema de combate. Pegando carona nos clássicos, como Chrono Trigger e Final Fantasy, I am Setsuna tem um sistema de tempo para os turnos. Cada personagem tem uma barra de tempo e ela precisa estar cheia para que ele possa realizar qualquer ação.

I am Setsuna tem um visual que lembra Bravely Default (Foto: Divulgação/Steam)I am Setsuna tem um visual que lembra Bravely Default (Foto: Divulgação/Steam)

Há também uma barra de SP que começa a subir quando a barra de tempo está cheia. Se você aguardar para fazer uma ação, ela vai aumentar e você poderá ativar o Momentum System, que aumenta o dano ou a potencia de golpes e magias. É um risco a se considerar se você quer ganhar bônus durante os combates.

Outros ataques também são capazes de mudar a localização do inimigo dentro do campo de batalha, limitando o alcance de seus ataques, dando vantagem para sua equipe. No geral, o sistema de combate parece bem familiar para quem está acostumado com o gênero de RPG. Você sente que ele é familiar e, ao mesmo tempo, não é datado.

Os ataques em área podem tirar vantagem do posicionamento das criaturas (Foto: Divulgação/Steam)Os ataques em área podem tirar vantagem do posicionamento das criaturas (Foto: Divulgação/Steam)

Enquanto a jogabilidade remete aos jogos mais clássicos, o visual de I am Setsuna nos faz lembrar de títulos mais atuais, como Bravely Default. Tanto os personagens como os cenários são uma mistura de 3D com 2D, com tons mais frios e contornos suaves. Já os monstros não pareceram tão ameaçadores, pelo menos durante a demonstração.

I am Setsuna é um RPG que tem tudo para agradar os fãs de jogos mais “oldschool” e também para atrair os novos jogadores com uma história cativante. Mesmo que seu estilo lembre bastante o passado, ele ainda consegue mostra sua própria personalidade cativante.

O que você espera da E3 2016? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.