Mafia 3, novo jogo de mundo aberto da 2K Games, estava presente na E3. O título chega ao mercado em 7 de outubro para PS4, Xbox One e PC e lida com questões raciais da década de 60 nos EUA. O protagonista é negro e luta não só contra o preconceito, mas também contra a máfia local, que pode estar atrás de sua vida e daqueles que ele quer proteger. Leia nosso teste:
Farpoint tem realidade virtual e controle que simula arma na E3 2016
Um ex-combatente na verdadeira batalha de sua vida
Lincoln Clay é um ex-combatente do Vietnã que volta a New Bordeaux, seu local de nascença, para fugir de seu passado criminoso e acertar as contas com quem ainda tenta prejudicá-lo. Ele mesmo é parte de uma máfia, chamada no game de “máfia negra”, que luta constantemente contra a “máfia italiana”, e precisa também lidar com o racismo da época.
Mafia 3 em pré-venda mais em conta na Nuuvem (Foto: Divulgação/2K)
Por mais que seja rodeado de boas intenções, Lincoln não é “santo”, e Mafia 3 deixa isso claro. Desde o princípio ele é mostrado como um combatente violento e certo de suas convicções. O personagem é especialista no uso de armas de fogo e não sente o menor remorso em abater dezenas de inimigos com tiros, granadas, lança-foguetes e mais.
New Bordeaux é uma Nova Orleans fictícia, cidade norte-americana conhecida por sua rica comunidade negra. Lincoln é o anti-herói que surge para retomar suas raízes e defender aqueles que precisam, por mais que tenha que fazer coisas erradas no caminho para o objetivo. Para e...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.