Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O computador pode parecer lento demais depois de um tempo encostado. A sensação é comum e pode ser explicada por uma demora no carregamento após um tempo sem usar a máquina. Entretanto, encarar o sintoma apenas como falta de uso, pode ocultar problemas um mais sérios com origem tanto no software como no hardware.

Como trocar a pasta térmica do processador

Abaixo, você confere uma lista de sugestões que podem ajudar a isolar o problema e a resolvê-lo, garantindo que seu computador volte a funcionar com a capacidade máxima. E o melhor: tudo sem gastar um centavo.

Atualize todos os softwares

Tente atualizar o Windows, drivers, aplicativos e jogos para verificar se a performance geral não melhora (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Tente atualizar o Windows, drivers, aplicativos e jogos para verificar se a performance geral não melhora (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Drivers, Windows, aplicativos e jogos que você utiliza. Busque realizar uma atualização completa de cada um dos elementos que fazem parte do seu computador e da sua experiência de uso.

Muitas vezes, especialmente quando o assunto são games, novos patches corrigem defeitos nos jogos e podem promover melhora de desempenho. No caso do hardware, placas de vídeo costumam receber novos drivers periodicamente, que acabam ajudando numa melhor performance geral.

Faça uma limpeza no sistema operacional

Execute uma limpeza para tentar eliminar vestígios de arquivos e programas removidos que podem provocar lentidão (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Execute uma limpeza para tentar eliminar vestígios de arquivos e programas removidos que podem provocar lentidão (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

É interessante usar aplicativos como o CCleaner para vasculhar vestígios de arquivos esquecidos no disco rígido, configurações ineficientes de inicialização (que podem deixar o processo de boot extremamente demorado), além de entradas defasadas no Registro do Windows. A soma de todos esses pequenos problemas, que acabam se acumulando de forma natural com o uso do computador, acaba deixando o PC mais lento.

O CCleaner, e qualquer aplicativo do gênero, pode encontrar esses problemas e eliminá-los do seu sistema. Em geral, uma manutenção desse tipo pode ajudar seu PC a recuperar o fôlego.

Desfragmente o HD

Desfragmentar o HD é um truque que ajuda a acelerar o computador (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Desfragmentar o HD é um truque que ajuda a acelerar o computador (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

 Se o seu PC roda com disco rígido comum, é hora de considerar uma desfragmentação. A ideia desse recurso é examinar as partições e colocar tudo em ordem: dada a natureza pela qual os nosso computadores funcionam, é comum que ao longo do tempo o HD guarde diversas partes de um mesmo arquivos em setores diferentes do disco.

Para ler esse arquivo, o sistema precisa ler todas essas partes, o que demora muito mais do que ler o arquivo todo guardado em um lugar só.

Desfragmentar consiste em colocar a casa em ordem e reunir todas as partes de cada arquivo em um mesmo lugar, tornando a operação do HD mais rápida e, consequentemente, de todo o sistema também. Mas atenção: se você usa SSD, nunca execute a desfragmentação! Você só vai piorar as coisas.

Tem certeza de que não há vírus?

Antes de tomar decisões drásticas, como formatar o computador, verifique se não há vírus (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Antes de tomar decisões drásticas, como formatar o computador, verifique se não há vírus (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Muita gente torce o nariz quando alguém lembra de que a origem dos problemas pode estar em algum vírus, mas a verdade é que muitas dessas pragas acabam se manifestando de forma muito clara ao prejudicar o desempenho do seu computador. Certifique-se de que você está rodando um antivírus de boa qualidade e realize verificações completas (sim, aquelas que demoram muito) para ver se você não foi infectado.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Formate e comece do zero

Se nada disso deu certo até agora e a sensação de lentidão persiste, considere recomeçar. Faça o backup dos seus dados e formate o computador novamente. De certa forma, formatar é uma desfragmentação radical: tudo estará em ordem e se os seus problemas de performance tiverem origem no software, esse passo deve resolver seus problemas definitivamente.

Examine seu hardware

Se nada resolveu, você precisa considerar que exista algum problema no hardware. O primeiro passo para estudar essa possibilidade é rodando aplicativos de diagnóstico e benchmark, que vão fornecer estimativas de performance e são capazes de apontar a existência de problemas.

Faça benchmark e compare os resultados do seu computador com os números de performance de configurações semelhantes (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)Faça benchmark e compare os resultados do seu computador com os números de performance de configurações semelhantes (Foto: Reprodução/Filipe Garrett)

Aliás, com o resultado dos benchmarks em mãos, você pode comparar os dados com sistemas semelhantes ao seu para verificar se, no fim das contas, seu PC está devagar ou você tem apenas a sensação de que ele anda lento demais.

Se os diagnósticos não mostraram nada de errado, abra o computador e estude as condições gerais da instalação: verifique se não há muita sujeira, se a refrigeração do processador é adequada e se os cabos e encaixes de placas, memórias e tudo mais está em ordem. Dificilmente seu problema terá origem em algo mal encaixado, mas não custa nada examinar.

Como trocar a placa de vídeo do notebook? Comente no Fórum do TechTudo

Throttling e calor

No ponto anterior, mencionamos a questão da refrigeração. Em termos de hardware, ela tende a ser a culpada na maior parte dos casos: se o processador atingir temperaturas muito altas, próximas aos limiares de segurança definidos pelo fabricante, o sistema começa a passar por “throttling”.

Refrigeração ineficiente pode causar superaquecimento e tornar o PC mais lento  (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Refrigeração ineficiente pode causar superaquecimento e tornar o PC mais lento (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

O termo se refere a um mecanismo de defesa do processador em alta temperatura: ele percebe que está perto de atingir calor capaz de danificá-lo e, para evitar isso, ele desliga algumas de suas partes (núcleos ou setores). Esse desligamento voluntário diminui a temperatura em alguns graus por alguns segundos, evitando danos por calor, mas também torna o desempenho do computador errático.

Acúmulo de poeira no interior do gabinete tende a ser o responsável: há obstrução das vias aéreas por onde o ar precisa circular para refrigerar a CPU e o resultado é calor, desperdício de energia e perda de performance por throttling. Se o seu computador está desligando sozinho, o TechTudo também pode ajudar.

Computador desligando sozinho; veja principais causas

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.