Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Devido a alguns fatores econômicos que fogem do controle dos usuários, como a alta do dólar, muitos modelos de placa de vídeo acabam sendo comercializados a um preço bem salgado. Uma opção é recorrer à compra de modelos usados.

Vale a pena comprar um MacBook usado? Veja prós e contras

Assim, o usuário pode adquirir o modelo que deseja sem precisar estourar o limite de seu cartão de crédito, por exemplo. Entretanto, antes de fechar negócio, é importante tomar alguns cuidados. Veja agora o que você deve observar antes de comprar uma placa de vídeo usada.

Tempo de uso da placa

Verifique se a placa de vídeo é muito antiga (Foto: Divulgação/Nvidia) Verifique o tempo de uso (Foto: Divulgação/Nvidia)

O tempo de uso do componente é o primeiro indicativo que você deve avaliar. Pergunte ao vendedor quando ele comprou a placa e se a usa diariamente, ou seja, se todos os dias ele executa jogos pesados.

Se a placa tiver mais de dois anos de uso, não recomendamos a compra, visto que já é possível encontrar no mercado modelos recentes, com mais poder computacional e a um preço equivalente.

Além disso, com dois anos de uso, o desgaste dos componentes já estarão avançado e as chances dela apresentar algum tipo de problema são cada vez maiores com o passar do tempo.

Estado de conservação

O estado de conservação também é um indicativo importante. Peça para o vendedor enviar fotos reais da placa de vídeo e que estejam em boas condições de iluminação. Assim, você poderá ver com clareza todos os detalhes.

Veja se a placa de vídeo está bem conservada (Foto: Divulgação/Nvidia)Confira o estado de conservação (Foto: Divulgação/Nvidia)

Se você puder chegar pessoalmente o estado da placa, melhor ainda. Verifique se não há acúmulo de poeira nas ventoinhas, se os heat pipes não estão enferrujados, bem como as soldas e os contatos. Vale a pena também dar uma olhada na condição dos cabos, se eles estão realmente intactos.

Se o comprador original não tiver tido cuidado com o ambiente interno do gabinete, é bem provável que o desgaste da placa seja maior. Portanto, se ela apresentar qualquer um dos itens citados acima, não compre.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Confira se o modelo é realmente o anunciado

Placas de vídeo possuem uma grande variedade de modelos. A fabricante (NVIDIA e AMD, por exemplo) lançam um modelo referência e, a partir daí, as montadoras lançam suas variações, que tendem a modificar o valor do clock, a quantidade de memória e o número de ventoinhas.

Veja as características da placa de vídeo (Foto: Divulgação/EVGA)Veja se as características são as mesmas anunciadas (Foto: Divulgação/EVGA)

Antes de comprar a placa usada, veja se o modelo que o vendedor tem em mãos é realmente o modelo anunciado. Você pode checar essas informações direto na caixa do produto ou verificando as especificações técnicas por meio de programas apropriados, como o CPU-Z.

Faça um teste de desempenho

Antes de fechar negócio, teste a placa de vídeo. Você pode testá-la na casa do vendedor, em seu próprio computador ou, se possível, levá-la para casa e fazer os seus próprios testes. Se estiver pensando em comprar a placa pelo Mercado Livre, é importante que utilize o mercado pago para realizar suas considerações antes de pagar, veja como o recurso funciona.

Use programas para testar a capacidade da placa de vídeo (Foto: Divulgação)Use programas para testar a capacidade do hardware (Foto: Divulgação)

Instale a placa em sua máquina, rode os seus jogos nas configurações máximas e teste seu desempenho. Você também pode usar alguns programas que estressam a placa de vídeo, tais como o 3D Mark e o Unigine Heaven Benchmark. Eles darão um diagnóstico preciso das condições da placa.

Negocie o preço

Veja por quanto uma placa nova está saindo nas lojas. Se o modelo em questão já tiver saído de linha, pesquise por um modelo equivalente. Se o preço cobrado por quem está vendendo a  usada estiver muito próximo do cobrado pelas lojas, negocie o valor.

Muitas vezes uma boa conversa pode resultar numa redução significativa do preço cobrado inicialmente. Assim você economizará ainda mais. Se o vendedor não topar negociar, desista da compra.

Chromebook Samsung ou Acer: qual a melhor opção de notebook? Comente no Fórum do TechTudo 

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.