Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Zenfone Selfie é um smartphone da Asus lançado em 2015 que chegou ao Brasil pelo preço de R$ 1.299. Seu grande destaque fica por conta da câmera frontal de 13 megapixels, ideal para tirar selfies com os amigos. O modelo oferece ainda um processador octa-core que trabalha em conjunto com uma memória RAM de 3 GB.

Zenfone 5, Go, Laser, Deluxe… conheça todos os smartphones da Asus

Mas será que as especificações do celular são suficientes para mantê-lo longe de travamentos ou bugs? Para ajudar na sua decisão, o TechTudo reuniu três prós e contras sobre o telefone da Asus. Veja se o preço vale a pena e se esse é o celular certo para seu tipo de uso.

Confira os prós e contras para comprar o Asus Zenfone Selfie (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Confira os prós e contras para comprar o Asus Zenfone Selfie (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Pontos positivos

1. Câmera frontal potente

A moda das fotos selfie invadiu as redes sociais, e nada mais prático do que ter um celular com uma câmera frontal eficiente. Neste ponto, como o próprio nome já adianta, o Zenfone Selfie tem uma grande vantagem com sua câmera de 13 MP com flash integrado, ideal para registrar fotos em ambientes mais escuros. A gravação de vídeos é em Full HD (1080p).

Com essa resolução, o smartphone sai na frente até de tops de linha como o iPhone 6S, que vem com 5 MP, ou até o LG G4 que oferece 8 MP. Confira nesta lista os smartphones com câmera selfie mais potentes à venda no Brasil.

Câmera frontal do Zenfone Selfie é um dos destaques no celular (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Câmera frontal do Zenfone Selfie é um dos destaques no celular (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

2. Processador, memória RAM e sistema operacional

Por dentro, o Zenfone Selfie conta com um processador octa-core de 1,5 GHz e 3 GB de memória RAM. Esse conjunto, levando em consideração a ficha técnica da fabricante, é indicada para quem gosta de executar diversas tarefas, rodar jogos avançados ou vídeos em alta resolução. O armazenamento interno é de 32 GB, para guardar fotos, vídeos, apps e mais arquivos, com possibilidade de expansão para até 64 GB via cartão microSD.

O celular vem de fábrica com o Android 5.0 Lollipop, já que ele foi lançado em 2015, mas está recebendo o update para a versão mais recente do sistema do Google, o Android 6.0 Marshmallow. Assim, o celular ficará atualizado com os novos recursos do sistema, principalmente no que diz respeito à economia de bateria e evolução do Google Now, assim como updates de segurança.

3. Preço justo 

O Zenfone Selfie custa, na loja online da Asus, a partir de R$ 1.299 na cor rosa, e R$ 1.549 para os modelos de cores branca, prata, amarela, dourada e azul. Em lojas nacionais, o celular pode ser encontrado com menor preço, a partir de R$ 1.125. O valor está na média de outros celulares intermediários, como o Moto G 4, da Lenovo/Motorola, que também custa R$ 1.299.

Vale a pena comprar o Asus Zenfone Selfie hoje? Usuários opinam no Fórum do TechTudo.

Zenfone Selfie tem preço justo em comparação com suas especificações avançadas (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Zenfone Selfie tem preço justo em comparação com suas especificações avançadas (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

Além disso, o celular tem função dual chip com conectividade de internet mais rápida em 4G, o que permite usar dois SIM de operadoras no mesmo aparelho. O Moto G 4 Plus, por exemplo, que é um modelo intermediário com processador octa-core, custa a partir de R$ 1.499 na loja online da fabricante. Para comparar, o celular da Motorola vem com câmera frontal mais simples com 5 MP e memória RAM de 2 GB, menor do que a integrada no Zenfone Selfie.

Pontos negativos

1. Câmera traseira

O celular é focado para a câmera frontal, que registra selfies, e a câmera traseira acabou ficando mais básica com sensor de 13 megapixels. Mesmo integrada com flash e tecnologia Pixel Master, que é um conjunto de software e sistema óptico para melhorar a imagem, a qualidade de suas imagens pode não ser o suficiente para usuários mais exigentes.

Câmera traseira do Zenfone Selfie tem 13 megapixels (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Câmera traseira do Zenfone Selfie tem 13 megapixels (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

O Zenfone Selfie foi testado pelo TechTudo em dezembro de 2015 e foi constatado que a câmera traseira não é das melhores, obtendo baixo desempenho principalmente em ambientes com pouca luz.

2. Interface ZenUI

A ZenUI é a interface personalizada aplicada no sistema Android pela Asus. Com ela, são adicionados diversos aplicativos extras, que tem como intuito original deixar o uso mais prático e completo para o usuário. No entanto, no caso do Zenfone Selfie, essa prática não foi tão proveitosa. Segundo o review do aparelho feito pelo TechTudo, a interface em conjunto com os apps consomem cerca de 1 GB de memória RAM. A falta de um Android "puro" acaba prejudicando o funcionamento final do celular, deixando o sistema mais “pesado” para uso.

3. Muitos travamentos

Apesar de ser projetado com um conjunto de especificações avançadas para um celular intermediário, o chip octa-core e os 3 GB de memória RAM do Zenfone Selfie não foram suficientes para evitar travamentos no sistema. Nos testes do TechTudo, o modelo apresentou diversos travamentos durante o uso. E esse é um ponto negativo, principalmente para quem quer investir em um celular com funcionamento fluido.

Zenfone Selfie apresenta travamentos em teste de desempenho (Foto: Luana Marfim/TechTudo)Zenfone Selfie apresenta travamentos em teste de desempenho (Foto: Luana Marfim/TechTudo)

Bugs foram encontrados na interface, na parte gráfica do celular, em apps que se encerram sozinhos e até na hora de rodar vídeos do Netflix ou YouTube, que engastam com frequência. Segundo a Asus, esses erros foram corrigidos na verão 1.13 do sistema, mas para isso o usuário teria que atualizar o celular, e não é garantido que todos os problemas sejam resolvidos.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.