Ao comprar um Raspberry Pi, o usuário leva um computador sem acessório nenhum, principalmente sem um carregador. No entanto, a fonte de energia pode ser essencial para determinadas situações, fazendo com que você precise procurar um modelo no mercado. Para não ter problemas, confira as dicas abaixo e aprenda como escolher o acessório para sua placa.
Comprou um Raspberry Pi? Veja o que fazer para começar a criar com a placa
Assim como em outros aparelhos, o carregador do Raspberry Pi tem porta microUSB e deve seguir alguns parâmetros de voltagem e amperagem, além de precisar de uma fonte que esteja de acordo com as especificações.  Especificações
Cada geração do Raspberry Pi tem especificações de energia diferentes (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)
Download grátis do app do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no seu Android ou iPhone
Em  relação ao Raspberry Pi, existem especificações determinadas pela Raspberry Foundation a respeito da relação voltagem/amperagem que uma fonte conectada à placa precisa entregar para que o computador funcione corretamente e sem sustos. Abaixo, confira as especificações de cada modelo, lembrando que os números de corrente, medidos em amperes, apontam os mínimos requeridos. Raspberry Pi Model A – 5 volts/700 mA (ou 0,7 amperes) Raspberry Pi Model B – 5 volts/1,2 amperes Raspberry Pi Model A+ – 5 volts/0,7 amperes Raspberry Pi Model B+ – 5 volts/1,8 amperes Raspberry Pi 2 Model B – 5 volts/1,8 amperes Raspberry Pi 3 Model B – 5,1 volts/2,5 amperes Como escolher a f...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.