Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

GTA, ou Grand Theft Auto, é provavelmente a série mais famosa do mundo dos jogos atualmente. No entanto, houve um tempo em que ele era apenas mais um game com uma ideia diferente em meio a tantos outros. Está ansioso para o novo capítulo da série? Confira toda a trajetória da franquia GTA, desde o primeiro jogo no PSOne até o mais recente, GTA 5.

GTA 5: confira a comparação entre o mapa de GTA 5 e GTA San Andreas

Grand Theft Auto (1997 – PSOne, PC)

O jogo original que deu origem à série foi um grande marco para sua época, graças a mudanças de paradigma que o PlayStation One trazia e um público mais adulto. Pela primeira vez jogadores não eram os mocinhos, mas sim os bandidos, com uma cidade inteira para usufruírem de sua nova liberdade. GTA ficou conhecido por todos esses fatores: o mundo aberto, liberdade, violência e tudo com uma pitada de humor.

O primeiro Grand Theft Auto já era sucesso com sua liberdade e violência que viraram as marcas de GTA (Foto: Reprodução/GTA Wiki)O primeiro Grand Theft Auto já era sucesso com sua liberdade e violência que viraram as marcas de GTA (Foto: Reprodução/GTA Wiki)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

GTA: London, 1969 (1999 – PSOne, PC)

Um dos jogos menos conhecidos da série, GTA: London, 1969 se passava em Londres nos anos 60, em um período particular em que a polícia de Londres andava armada para combater um aumento na criminalidade. O jogo era na verdade uma expansão que exigia o disco do GTA original para funcionar, algo até então inédito no PSOne. Um pacote extra de missões ainda foi lançado para PC, chamado GTA: London, 1961, o qual exigia o GTA original e também GTA: London, 1969.

GTA London 1969 foi o primeiro jogo do PSOne que funcionava como expansão (Foto: Reprodução/Keyword Sugestions)GTA London 1969 foi o primeiro jogo do PSOne que funcionava como expansão (Foto: Reprodução/Keyword Sugestions)

Grand Theft Auto (1999 – Game Boy Calor)

A série GTA nunca foi lançada para os consoles de mesa da Nintendo, porém teve uma inesperada versão para o portátil Game Boy Color. Com a mesma visão aérea do GTA original do PSOne, o game se esforçava bastante no hardware limitado ao trazer sua grande cidade. Porém, a maior parte de sua violência foi bastante censurada e a jogabilidade não funcionava muito bem no portátil.

GTA no Game Boy Color era um feito técnico impressionante, mas não muito divertido de jogar (Foto: Reprodução/YouTube)GTA no Game Boy Color era um feito técnico impressionante, mas não muito divertido de jogar (Foto: Reprodução/YouTube)

GTA 2 (1999 – PSOne, PC, Dreamcast)

Após o sucesso do primeiro jogo, a sequência GTA 2 expandiu o mundo do crime com um visual mais sério e um sistema de facções, no qual você precisava manter o equilíbrio entre três forças do crime na cidade. Apesar de algum sucesso, não foi tão marcante quanto o primeiro GTA. Uma curiosidade é que foi o primeiro game da série a sair em outro console, no Dreamcast, com gráficos melhorados em relação ao PSOne.

GTA 2 trouxe um sistema de facções e um visual mais escuro, porém não agradou tanto (Foto: Reprodução/TechTimes)GTA 2 trouxe um sistema de facções e um visual mais escuro, porém não agradou tanto (Foto: Reprodução/TechTimes)

GTA 2 (2000 – Game Boy Color)

Apesar de ser um pouco melhor que o primeiro GTA do Game Boy Color, GTA 2 teve uma recepção pior. Todos ficaram impressionados com o feito técnico do primeiro GTA ser convertido para o portátil, porém ele não era muito bom de jogar e GTA 2 simplesmente não resolveu esse problema, apenas ofereceu mais missões repetitivas.

GTA 2 do Game Boy Color resolveu problemas do primeiro, mas ainda não era muito divertido (Foto: Reprodução/Pocket Gamer)GTA 2 do Game Boy Color resolveu problemas do primeiro, mas ainda não era muito divertido (Foto: Reprodução/Pocket Gamer)

GTA 3 (2001 – PlayStation 2, PC, Xbox)

A grande revolução que transformou GTA na potência dos games que é hoje veio com o terceiro capítulo, no PlayStation 2. A transição da série para o 3D potencializou todos os seus elementos, desde o grande mundo aberto que agora oferecia uma cidade para explorar como nunca antes até a violência que ficou mais realista e chocante. O jogo foi também um dos grandes responsáveis pelo sucesso do PS2.

GTA 3 apresentou uma revolução para a série com gráficos em 3D (Foto: Divulgação/Rockstar)GTA 3 apresentou uma revolução para a série com gráficos em 3D (Foto: Divulgação/Rockstar)

GTA Vice City (2002 – PlayStation 2, PC, Xbox)

O sucesso de GTA 3 pedia por uma continuação rápida, então GTA: Vice City veio para entrar no lugar de um GTA 4 que demoraria mais tempo. O game utilizava a mesma base de GTA 3, porém se passava nos anos 80 em uma cidade baseada em Miami, inclusive em seus criminosos. Nos moldes do filme Scarface, jogadores tinham que criar um grande império do crime.

GTA Vice City trazia o charme dos anos 80 para a farnquia (Foto: Reprodução/GameSpot)GTA Vice City trazia o charme dos anos 80 para a farnquia (Foto: Reprodução/GameSpot)

GTA Advance (2004 – Game Boy Advance)

Depois de capítulos bastante limitados no Game Boy Color, a série tentou a sorte no Game Boy Advance, com um esforço incrível para captar o mesmo estilo do GTA original. O jogo teve uma recepção melhor e usava alguns truques inteligentes para simular 3D. Porém ainda era bem difícil dirigir em uma tela tão pequena, na qual raramente se via os obstáculos que estavam à frente.

GTA Advance usava truques inteligentes para reproduzir o estilo do GTA original (Foto: Reprodução/Cubed 3)GTA Advance usava truques inteligentes para reproduzir o estilo do GTA original (Foto: Reprodução/Cubed 3)

GTA: San Andreas (2004 – PlayStation 2, PC, Xbox)

A franquia viria a atingir um novo marco com o lançamento de GTA: San Andreas, que trazia o maior mapa até então. O game era um feito técnico impressionante para o PlayStation 2, com áreas gigantescas para explorar e muitos segredos. O jogo levou a personalização do protagonista a novos níveis, com cortes de cabelo, porte físico e roupas. Um elemento presente no jogo que não agradou a todos foi a necessidade de se alimentar e praticar exercícios para manter o personagem com uma aparência saudável.

GTA San Andreas exigia que jogadores praticassem exercícios para se manterem saudáveis (Foto: Reprodução/Game Revolution)GTA San Andreas exigia que jogadores praticassem exercícios para se manterem saudáveis (Foto: Reprodução/Game Revolution)

GTA: Liberty City Stories (2005 – PSP, PlayStation 2)

Com o lançamento do PSP, a série GTA se preparou para receber uma versão portátil que fosse mais próxima de GTA 3 ao invés de GTA 1 e 2. Novamente jogadores se impressionaram com o feito técnico de colocar uma cidade tão grande dentro de um aparelho portátil. Liberty City Stories trazia a cidade de GTA 3 melhorada e com uma nova história, além de extras presentes em Vice City e San Andreas.

GTA Liberty City Stories levou jogadores de volta à cidade com novidades, como motos (Foto: Reprodução/App Advice)GTA Liberty City Stories levou jogadores de volta à cidade com novidades, como motos (Foto: Reprodução/App Advice)

GTA: Vice City Stories (2006 – PSP, PlayStation 2)

O mesmo tratamento de Liberty City Stories foi dado a GTA: Vice City com uma história original e melhorias que levaram a cidade para o portátil da Sony. Apesar de um relativo sucesso dos jogos da série “Stories” no PSP, as vendas baixas do portátil levaram a produtora a convertê-los para o PlayStation 2 depois.

GTA Vice City revisitou a cidade baseada em Miami com uma nova história no portátil (Foto: Reprodução/YouTube)GTA Vice City revisitou a cidade baseada em Miami com uma nova história no portátil (Foto: Reprodução/YouTube)

GTA 4 (2008 – PlayStation 3, Xbox 360, PC)

O primeiro capítulo de GTA para a geração do PlayStation 3 e Xbox 360, GTA 4 trouxe uma cidade incrivelmente viva como nunca antes, um sistema de tiro que finalmente funcionava bem e uma história profunda, com ramificações e escolhas a serem tomadas. No entanto, o mapa era menor que o de GTA: San Andreas e alguns jogadores sentiram que perderam a liberdade de explorar grandes áreas abertas como no PlayStation 2. Isso viria a mudar a forma como GTA 5 seria pensado.

GTA 4 trouxe uma cidade mais viva porém perdeu em tamanho bruto em relação a GTA San Andreas (Foto: Reprodução/GTA4.net)GTA 4 trouxe uma cidade mais viva porém perdeu em tamanho bruto em relação a GTA San Andreas (Foto: Reprodução/GTA4.net)

GTA: Chinatown Wars (2009 – Nintendo DS, PSP)

A inesperada vitória do Nintendo DS sobre o PSP fez com que a série GTA voltasse seus olhares novamente para um portátil da Nintendo. De volta à visão aérea dos originais, GTA: Chinatown Wars trazia finalmente gráficos em 3D e aproveitava-se da tela de toque para introduzir novas ideias, como formas de fazer ligação direta nos carros. Estranhamente o PSP também ganhou uma versão do jogo depois, com gráficos melhorados e sem o uso da tela de toque.

GTA Chinatown Wars voltou à visão aérea nos portáteis (Foto: Divulgação/PlayStation)GTA Chinatown Wars voltou à visão aérea nos portáteis (Foto: Divulgação/PlayStation)

GTA: Episodes from Liberty City (2009 – PlayStation 3, Xbox 360, PC)

O modo single player de GTA 4 recebeu duas expansões através de DLC, histórias originais chamadas “The Lost and Damned” e “The Ballad of Gay Tony”, cada qual com particularidades e novidades para o game. Eventualmente ambas foram lançadas em um único disco, Grand Theft Auto: Episodes from Liberty City, que não precisava de GTA 4 para funcionar.

GTA Episodes from Liberty City trazia duas novas histórias no mundo de GTA 4 em um único pacote (Foto: Reprodução/Steam)GTA Episodes from Liberty City trazia duas novas histórias no mundo de GTA 4 em um único pacote (Foto: Reprodução/Steam)

GTA 5 (2013 – PlayStation 3, Xbox 360, PlayStation 4, Xbox One, PC)

GTA 5 introduziu três protagonistas com histórias interessantes e uma cidade gigantesca (Foto: Reprodução/Polygon)GTA 5 introduziu três protagonistas com histórias interessantes e uma cidade gigantesca (Foto: Reprodução/Polygon)

O ápice da série, GTA 5 trouxe o maior mapa já disponível na franquia e introduziu grandes novidades. A história é muito mais profunda e segue a vida de três protagonistas ao mesmo tempo: Michael, Franklin e Trevor, com opções de erguer um império do crime como nunca antes visto na série. Para completar, o game trouxe também o modo multiplayer GTA Online, no qual vários jogadores podem realizar crimes juntos. O jogo fez tanto sucesso que recebeu uma versão em alta definição para o PS4 e Xbox One.

GTA é a franquia de maior sucesso atualmente? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.