Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Com duras críticas à sua última versão e o avanço de outros sistemas operacionais, a Microsoft e o Windows passaram por momentos turbulentos nos últimos anos. A chegada do Windows 10, no entanto, promete mudar esse cenário com novidades como a Cortana, a volta do Menu Iniciar, o novo navegador Spartan, integração com celulares e Xbox, e muitas outras. O TechTudo testou, e aprovou. Confira.

Entenda o que muda nos smartphones com a chegada do Windows 10

Windows 10 (Foto: Reprodução)Windows 10 (Foto: Reprodução/Micosoft)

- Instalação

A instalação da versão mais atualizada do Windows 10 pode ser feita de duas maneiras diferentes. Porém, ambas exigem que o usuário esteja cadastrado no programa Windows Insider. O primeiro método é através do download das imagens de disco (.ISO) seguido pela formatação do computador. Já o segundo método consiste em fazer a atualização via o Windows Update, caso você já tenha a versão anterior do Windows 10. Saiba como instalar o Windows 10 no tutorial que o TechTudo preparou.

Seja qual for a medida adotada,, a Build 9926 do Windows 10 funcionará como uma nova instalação do sistema e o computador fará toda a configuração inicial. Ou seja, o processo exigirá tempo e paciência.

- Área de trabalho: interface refinada

As alterações do sistema já começam na área de trabalho, que recebeu novas funcionalidades e ajustes de interface. Para começar, o app de pesquisa aparece ao lado direito do botão iniciar, fixado na barra de tarefas. Além das funções usuais, também será possível acionar a assistente virtual, Cortana.  

Houve redução do tamanho dos ícones na barra de tarefa, provavelmente para compensar o espaço ocupado pela busca. Além disso, somente os programas abertos em primeiro plano exibirão um quadrado ao redor do ícone, como no Windows 7 e 8, os demais abertos serão apenas sublinhados.

Windows 10 teve área de trabalho modificada pela Microsoft ganhando uma aparência mais simples (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 teve área de trabalho modificada ganhando uma aparência mais simples (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

De modo geral, a interface do Windows 10 está se distanciando cada vez mais da Modern, antiga Metro, da versão anterior. A proposta é de uma aparência mais simples e organizada. Quando comparado com o padrão Aereo do Windows 7, que simula vidros foscos, o sistema é quase irreconhecível. Diversos botões perderam preenchimento e mantiveram apenas seus contornos, os ícones de pastas mudaram.

- Cortana: dos telefones para os computadores

Partindo para as novas funcionalidades do sistema , a que gera mais expectativas é, sem dúvidas, a chegada da assistente virtual Cortana. Sucesso no Windows Phone, ela promete fazer com que o seu computador se torne mais amigável e facilitar a realização de tarefas pequenas, como adicionar lembretes e fazer buscas na Internet. O primeiro contato para os brasileiros, porém, é frustrante.

Windows 10 traz assistente pessoal Cortana, mas não está disponível para o Brasil (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz assistente pessoal Cortana, ainda não disponível no Brasil (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Assim como nos celulares, a assistente pessoal ainda não está disponível para o nosso idioma, o português. Ela encontra-se visível na barra de tarefas, mas ao clicar, é notificada a sua indisponibilidade no Brasil. Para ter acesso à Cortana em inglês, basta alterar a região para os Estados Unidos.

Após ativada, a Cortana exibe alguns tópicos de interesses do usuário como notícia, trânsito, ações da bolsa de valores, esportes, clima, entre outros. Tudo pode ser customizado através do "Notebook", que guarda os tópicos sobre os quais o usuário tem interesse e também dá controle à privacidade de dados.

Cortana pode ser ativada por voz ou texto no Windows 10 e traz informações relevantes para o usuário (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Cortana pode ser ativada por voz ou texto no Windows 10 e traz informações relevantes (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Durante os nossos testes, a assistente reconheceu de forma satisfatória o comando “Hey Cortana”, que a ativa por voz, e também boas parte das perguntas feitas e lembretes falados. No entanto, a sua versão atual  ainda não permite que o usuário configure um alarme ou envie e-mails, conforme demonstrado no evento da Microsoft. Além disso, quando um comando não for compreendido pela assistente, uma aba será aberta no navegador padrão do sistema, exibindo uma pesquisa no Bing.

- Menu Iniciar: mais distante do Windows 7

Na nova Build do Windows 10, a Microsoft aproximou a aparência do menu Iniciar àquela presente no Iniciar do Windows 8. Os ícones tradicionais foram substituídos por pequenos blocos e a lista “Todos os aplicativos” aparece organizada de maneira mais próxima à do sistema mais recente.

Windows 10 teve Menu Iniciar modficado pela Microsoft na build mais recente (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 teve Menu Iniciar modficado pela Microsoft na build mais recente (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Outro ponto que chamou a atenção é que agora não é mais possível redimensionar o menu Iniciar para que ele comporte um número variável de colunas de blocos dinâmicos. A partir de agora, o espaço permite apenas que duas live tiles largas sejam fixadas lado a lado e traz uma barra de rolagem.

A solução é bastante questionável, especialmente porque o usuário precisará de um esforço maior para ver os seus blocos fixados. Além disso, tira uma das principais vantagens do mesmo: informação instantânea. Por fim, cabe destacar ainda que a mudança vai contra a capacidade de personalização.

Windows 10 traz botão que faz com que menu iniciar seja exibido em tela cheia como no Windows 8 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz botão que faz com que menu iniciar gigante na tela (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Uma última adição ao menu Iniciar da nova versão do Windows 10 é o botão de tela cheia (que deixa o menu gigante). Com ele, os usuários que preferem o visual do Windows 8 encontrarão a solução ideal. 

- Xbox Jogos: games tornam-se mais sociais

A Microsoft também redesenhou o aplicativo do Xbox Jogos (Games) para a nova versão do Windows 10. A partir de agora, ele ganha ares de rede social, sendo possível interagir com amigos da Xbox Live no computador. O recurso promete agradar mais os donos do Xbox One e do Xbox 360, mas também oferece ótima interação para jogadores casuais.

Windows 10 traz novo aplicativo do Xbox com funções de rede social (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz novo aplicativo do Xbox com funções de rede social (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

A tela inicial do aplicativo do Xbox é dividida em duas colunas. Na primeira, é possível ver o seu progresso nos jogos, sejam eles no Xbox, Windows ou Windows Phone. Além disso, o app traz uma coluna com o feed de atividades dos seus amigos, similar ao Feed de Notícias do Facebook.

O Xbox Jogos traz ainda seções para que o usuário veja as suas conquistas, envie mensagens para os amigos e possa procurar games na Windows Store. Além disso, há uma coluna na direita onde é possível ver seus amigos online e offline, adicionar novos contatos ou pesquisar por eles. Há ainda atalhos na parte superior para notificações e mensagens, além de feedback para a Microsoft.

Xbox Jogos do Windows 10 exibe perfil dos seus amigos com atividades recentes (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Xbox Jogos do Windows 10 exibe perfil dos seus amigos com atividades recentes (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Partindo para a experiencia de jogos, uma pequena decepção: o comando “Windows+G” para fazer gravações e imagens dos games ainda não está disponível nesta Build. A própria Microsoft avisou que nem tudo estaria. Fora isso, o Windows 10 rodou muito bem tanto aplicativos da loja como títulos de desktop, o que não é garantia de total compatibilidade neste momento.

- Windows Store: renovada e melhor organizada

Embora não tenha dado às caras no preview, a Windows Store também ganhou novo visual. A nova loja aparece separadamente como um aplicativo beta, apenas para visualização do que vem por aí.

Windows 10 deve trazer nova loja de aplicativos mais organizada (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 deve trazer nova loja de aplicativos mais organizada (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

A Windows Store abandonou a navegação horizontal e traz conteúdos dispostos verticalmente, o que é mais amigável, especialmente em computadores tradicionais. Além disso, a loja lembra bastante a App Store do iOS, mostrando jogos e aplicativos separados por seções, coleções e rankings.

Durante os nossos testes, não conseguimos fazer download de nenhuma aplicação ou realizar atualização, apenas navegar. Embora frustrante, é preciso destacar que se trata de um aplicativo de teste, bem como todo o Windows 10, e o usuário tem que estar aberto a esse tipo de situação.

Windows Store adotará novo design (à direita) mais organizado que o atual (à esquerda) no Windows 10 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows Store adotará novo design (à direita) mais organizado que o atual (à esquerda) no Windows 10 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Outro problema encontrado foi a ausência de algo que indique se o mesmo aplicativo está disponível para Windows Phone. Considerando o quanto a Microsoft tem batido na tecla do Universal Apps, essa deixa de ser uma boa oportunidade para conhecer como a loja trabalhará unificada no futuro.

- Central de notificações: Um Windows mais inteligente

A Microsoft finalmente decidiu aposentar a Charm Bar do Windows 8 para dar lugar a uma Central de Notificações. O recurso pode ser acessado através de um botão em formato de balão localizado perto do relógio. Quando há novas notificações, ele fica preenchido; caso contrário, exibe apenas contornos.

A Central de Notificações, aliás, exibe alertas interativos que podem ser executados instantaneamente. A Microsoft promete ainda que o usuário poderá ver, na central, os alertas do Windows Phone, o que pode acontecer assim que a versão prévia para telefones for liberada.

Windows 10 traz nova Central de Notificações com atalhos e alertas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz nova Central de Notificações com atalhos e alertas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

 A Central do Windows traz ainda atalhos rápido para que o usuário alterne entre o modo tablet e computador, se conecte a outros dispositivos sem fio, acesse configurações, use VPN, modo avião, entre outros. Enfim, tudo funciona de forma mais próxima à encontrada em telefones com Windows Phone e Android.

Uma última observação é que, a partir de agora, os pop ups de notificações do Windows são exibidos na parte inferior direita ao invés de na parte superior. Com isso, o sistema deve se tornar menos invasivo e evitar toques acidentais em alertas ao tentar fechar um programa e vice-versa.

- Configurações: enfim únicas

Uma das melhores mudanças aplicadas no Windows 10 é o fim da dualidade entre o Painel de Controle e o app de Configurações do Computador. Além de desnecessário, ambas as aplicações do Windows 8 só serviam para confundir, que ficava sem saber para onde ir para alterar algo em seu computador.

Windows 10 une os dois aplicativos para configurações presentes no Windows 8 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 une os dois aplicativos para configurações presentes no Windows 8 (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

As novas configurações unem o melhor dos dois mundos: é limpo como a interface moderna e traz a organização clássica do Painel de Controle. Assim, o Windows se torna mais fácil de configurar tanto em telas sensível ao toque como para usuários mais conservadores em computadores tradicionais.

Windows 10 traz um aplicativo de configurações único e bastante limpo (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz um aplicativo de configurações único e bastante limpo (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Entre os destaques da área, estão um sistema de economia de bateria similar ao do Windows Phone, sensor de armazenamento, mapas offline, entre outros. O Windows 10 agrupa facilmente todas as credenciais de redes Wi-Fi que você conectou no Windows Phone ou em computadores com a sua conta sincronizada, dispensando a digitação de senhas.

Windows Explorer: novidades na navegação

Desde as builds anteriores do Windows 10, a Microsoft implementou uma mudança importante no Windows Explorer: a janela Acesso Rápido. O espaço funciona como uma espécie “menu Iniciar” do explorador, trazendo atalhos para os arquivos recentes e as pastas frequentemente acessadas. Para quem não gostar da novidade, é possível optar por abrir o “Meu Computador” ao iniciar o Explorer.

Windows 10 tem nova janela de Acesso Rápido que será aberta junto com o Windows Explorer (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 tem nova janela de Acesso Rápido que será aberta junto com o Windows Explorer (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Um detalhe decepcionante foi o recuo da integração com o OneDrive. A partir de agora, o serviço de nuvem da Microsoft exibe somente as pastas do usuário, mas só mostrará os arquivos daquelas que forem sincronizadas. Isso tende a ser bastante prejudicial para aqueles que têm pouco espaço de armazenamento, já que serão obrigados a baixar o conteúdo.

Fora isso, tudo continua da mesma maneira do Windows 8.1. Há uma coluna de navegação na esquerda, a interface Ribon está mantida e a guia Meu Computador inclui também as bibliotecas de música, downloads, imagens, vídeos e documentos. A grande surpresa fica pela adoção de novos ícones da pasta segundo o padrão flat design, mais simples e limpo.

Aplicativos Office: mudanças bem-vindas

Embora tenha mostrado os novos aplicativos do Office para telas sensíveis ao toque, a Microsoft incluiu apenas a versão preview do OneNote. O novo aplicativo traz uma interface muito mais completa, separada por guias e com recursos facilmente acessíveis, seguindo o padrão Ribon do Office para desktop.

OneNote para Windows 10 foi completamente remodelado com design do novo Office (Foto: Reprodução/Elson de Souza)OneNote para Windows 10 foi completamente remodelado com design do novo Office (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Na comparação com a versão do Windows 8, o novo OneNote promete oferecer um grande ganho de produtividade e intuitividade, já que está muito mais amigável. Além disso, considerando que o padrão será adotado também pelos outros apps do pacote Office, é possível dizer que os usuários da empresa finalmente terão os aplicativos que tanto esperam.

Desempenho

Se a sua preocupação é se o computador poderá rodar a versão preview do Windows 10, não há muito o que temer. A versão prévia do sistema mantém os mesmos requisitos mínimos da edição 8.1: processador de 1 GHz, 1 GB de RAM e 16 GB de HD. Em outras palavras, se o seu computador roda bem a atual versão do sistema da Microsoft, ele não deve ter dificuldade em executar o Windows 10.

O que ficou de fora?

Como a própria Microsoft destacou no evento de apresentação da plataforma na última quarta-feira (21), nem tudo apresentado estaria presente imediatamente no Windows 10. Na atual build, por exemplo, a ausência mais notada é o do novo navegador Spartan. Ao fazer uma pesquisa no Windows Explorer, é possível até encontrar referências ao aplicativos, mas não houve como executá-lo.

Windows 10 traz arquivos que podem estar relacionados ao Spartan, mas não é possível rodá-lo (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 traz arquivos que podem estar relacionados ao Spartan (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

Outra novidade que só deve chegar nos próximos meses são os aplicativos do Word, PowerPoint e Excel para telas touch.

Há ainda a cereja do bolo: a Cortana. Embora já esteja incluída na atual versão, a ausência da assistente de voz em português faz com que a mudança seja praticamente nula para os usuários. No entanto, rumores apontam para que isso será resolvido ainda este ano. Só nos resta aguardar.

Vale a pena instalar?

Se você está louco para instalar o Windows 10 Preview como sistema principal do seu computador, pense duas vezes. O sistema trata-se ainda de uma versão de testes, instável e suscetível a erros. Assim como há diversos recursos que ainda não estão em funcionamento, o usuário deve ter em mente que a Microsoft pode adotar medidas que causem mudanças ou falhas no sistema não esperadas.

Windows 10 é um sistema de testes e ainda possui diversos recursos indisponíveis (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 é um sistema de testes e possui diversos recursos indisponíveis (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

A melhor saída nesse caso é utilizar uma máquina virtual para o rodar o Windows 10 dentro do seu atual sistema ou fazer uma partição para a nova plataforma. Lembre-se de que, seja qual for a opção escolhida, será necessário reservar um bom espaço em disco, já que o sistema ocupa sozinho 15,7 GB.

Conclusão: hora de aposentar o Windows 7?

O Windows 10 promete ser um passo da Microsoft para apaziguar a desgastada relação com os usuários. Após as críticas e incoerências do Windows 8, a empresa parece ter finalmente encontrado a solução ideal para unir tablets, telefones e PCs, respeitando as suas individualidades.

Windows 10 está sendo construído com ajuda dos usuários e traz funções requisitadas há muito tempo (Foto: Reprodução/Elson de Souza)Windows 10 está sendo construído com ajuda dos usuários e traz funções requisitadas (Foto: Reprodução/Elson de Souza)

O novo Windows parece ter finalmente deixado de ser um simples sistema tradicional para se tornar um ecossistema moderno. Ou seja, ao invés de ter um computador trabalhando individualmente, o usuário poderá integrá-lo com o seu smartphone Lumia, Xbox One, OneDrive, Office e outros serviços.

Por fim, cabe lembrar que este é apenas um começo: A versão final do Windows 10 deve ser lançada somente a partir do fim de setembro. Ou seja, outras novidades e mudanças podem ser apresentadas nos próximos meses. Por ora, acho que podemos concordar com o chefe-executivo da Microsoft, Satya Nadella, que rasgou elogios ao sistema e à sua visão de futuro: É possível amar o Windows.

O que você achou das novidades do Windows 10? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.