Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Galaxy S3 teve lançamento no Brasil no distante ano de 2012, como o então celular top de linha da Samsung. Na época, o smartphone oferecia uma ficha técnica de ponta e chegou por R$ 2.299. Entretanto, será que o telefone continua funcional quatro anos depois da chegada ao mercado? Alguns dos benefícios dele ainda fazem sucesso atualmente, como tela HD e formato que cabe bem no bolso.  

Samsung Galaxy S: relembre os celulares top de linha da fabricante

Um dos principais pontos negativos do aparelho é que ele está fora de linha, já que a linha Galaxy já avançou até o modelo Galaxy S7, lançado em 2016. Assim, atualmente, um Galaxy S3 sai pelo preço de cerca de R$ 630, podendo ser comprado usado ou em algumas lojas online. Para descobrir se vale a pena investir no telefone, confira três pontos a favor e três contra a compra.

Veja três prós e contras sobre o Galaxy S3 (Foto: Allan Melo/TechTudo)Veja três prós e contras sobre o Galaxy S3 (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

PONTOS POSITIVOS

1. Tela em HD AMOLED

Levando em consideração que o modelo foi lançado em 2012, a tela é um dos melhores pontos do celular. O display de 4,8 polegadas é AMOLED, que deixa as cores mais vibrantes, com resolução HD (720 x 1280 pixels). Alguns celulares intermediários do primeiro semestre de 2016 ainda têm essa resolução, para se ter uma ideia.Celulares mais recentes, principalmente de entrada, projetam smartphones com tela em HD, inclusive da própria Samsung, como Galaxy J3, Galaxy J5 e Galaxy A5. Outro smartphone popular com tela HD é o Moto G 3, com 5".

Galaxy S4 oferece uma tela Amoled em HD com 4,8 polegadas (Foto: Allan Melo/TechTudo)Galaxy S4 oferece uma tela Amoled em HD com 4,8 polegadas (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Com isso, o display tem o tamanho compacto, mas é suficiente para acessar redes sociais, mensageiros, navegar na internet e até assistir a vídeos com boa qualidade, sem imagens distorcidas. A tela do S3 ainda é protegida contra arranhões, com o vidro Gorilla Glass.

2. Design compacto

Por causa da tela de 4,8 polegadas e design com bordas arredondadas, o celular tem design compacto frente aos telefones top de linha ou intermediários atuais, equipados com telas cada vez maiores. As dimensões do Galaxy S3 são mais modestas, principalmente na altura e no peso, com 136 x 70,6 x 8,6 mm de dimensões e 133 g. Para ter uma ideia, o “irmão mais jovem” da linha, o Galaxy S7, tem 142,4 x 69,6 x 7,9, peso de 152 g e tela de 5,1", o que deve fazer muito mais volume no bolso, por exemplo.

3. Processador e armazenamento

Novamente ao considerar a data de lançamento  do Galaxy S3, um processador quad-core de 1,4 GHz não deve decepcionar ao rodar atividades básicas, como recursos nativos do telefone, ligações, SMS e aplicativos mais leves. O review Galaxy S3 realizado em julho de 2012 detectou o aparelho rodando sem travamentos, executando até jogos pesados para a época. Além disso, o Galaxy S3 tem memória RAM de 1 GB. 

Galaxy S3 vem com processador quad-core com 1 GB de memória RAM (Foto: Allan Melo/TechTudo)Galaxy S3 vem com processador quad-core com 1 GB de memória RAM (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Nos smartphones mais recentes, é comum encontrar o processador quad-core e memória RAM com potência semelhante ou pouco maior, como é o caso do Galaxy J5 (2015) e do Lenovo Vibe C2 (2016). Sobre o armazenamento interno, o Galaxy S3 tem versões de 16 GB, 32 GB e 64 GB, com expansão via microSD de até 64 GB, ou seja, é bastante espaço para guardar arquivos. 

PONTOS NEGATIVOS

1. Celular fora de linha e caro

Em uma pesquisa rápida em lojas online, é difícil encontrar o Galaxy S3 novo, já que o celular já saiu de linha há algum tempo. Isso gera ainda outras dificuldades, como o suporte técnico, já que tende a ser mais difícil de encontrar peças para o celular antigo.

Galaxy S3 é antigo e está fora de linha (Foto: Allan Melo/TechTudo)Galaxy S3 é antigo e está fora de linha (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Em sites de leilão ou de venda de artigos usados, o aparelho é ofertado com preços em torno de R$ 630 (novo) e R$ 339 (usado), o que é caro levando em consideração os quatro anos que ele está no mercado. Nessa faixa de preço, o usuário consegue investir em um celular mais recente com ficha técnica semelhante, como o Lenovo Vibe C2, que foi lançado neste ano.

O smartphone da Lenovo vem com processador quad-core e memória RAM de 1 GB, com tela de 5 polegadas HD e custa R$ 699. Também de 2016, o Galaxy J3 tem preço a partir de R$ 629, com tela HD, processador quad-core e memória RAM de 1,5 GB. Confira o review completo do Galaxy J3.

Vale destacar que comprar um celular sem ser em loja confiável ou em sites de usados requer atenção especial para verificar se o smartphone não é falsificado ou roubado. É importante sempre conferir a nota fiscal e a caixa original do produto.

2. Câmeras fracas

O celular da Samsung tem câmera traseira de 8 megapixels, o que é aceitável para os dias de hoje, mas decepciona na câmera frontal de 1,9 MP. Desde 2012, as selfies ganharam espaço na vida das pessoas, principalmente nas redes sociais. Portanto, a câmera frontal tem muito mais valor atualmente. 

As câmeras do Galaxy S3 são fracas comparadas com celulares mais atuais (Foto: Allan Melo/TechTudo)As câmeras do Galaxy S3 são fracas comparadas com celulares mais atuais (Foto: Allan Melo/TechTudo)

É possível encontrar outros celulares baratos atualmente com câmeras frontais superiores, Com isso, as fabricantes investem nela e é comum encontrar celulares econômicos com pelo menos 5 MP para selfies, como o Galaxy J3, ou o LG K10 e seus 8 megapixels.  

3. Android desatualizado

O Galaxy S3 rodava originalmente o Android 4.0.4 Ice Cream Sandwich com a interface personalizada TouchWiz. Como se trata de um smartphone de 2012, as atualizações do sistema para o telefone foram até o Android 4.3 Jelly Bean.

Qual é o melhor celular atualmente? Comente no Fórum do TechTudo.

O Android do Galaxy S3 é desatualizado nas versões de 2016 (Foto: Allan Melo/TechTudo)O Android do Galaxy S3 é desatualizado nas versões de 2016 (Foto: Allan Melo/TechTudo)

Quem comprar o Galaxy S3 em 2016 terá de se contentar com o sistema operacional mais antigo. A desvantagem de ter um Android desatualizado é que você não fica por dentro das novidades e mudanças de visual, nem recebe os updates de segurança e ajustes mais recentes.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.