Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A BGS 2016 ocorre entre os dias 1 e 5 de setembro, em São Paulo, para promover novos games e o encontro do público com empresas e ídolos. Conhecida como a maior feira de games da América Latina, a Brasil Game Show promete jogos que ainda nem foram lançados para exposição e testes, além da presença de produtores e grandes nomes da indústria. Confira o que esperar e as principais atrações:

Vendas de ingressos para a Brasil Game Show 2016 já começaram

A feira em geral

A Brasil Game Show oferece espaços para todos os gostos nos videogames. Para quem curte eSports, dentro da feira há a Brasil Game Cup, evento com torneios de DotA 2, Counter Strike: Global Offensive e Clash Royalecom premiações em dinheiro e transmissão com comentários oficiais. Quem estiver presente vai poder acompanhar todos eles.

Alguns dos principais games que estarão na BGS 2016 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)Alguns dos principais games que estarão na BGS 2016 (Foto: Reprodução/Felipe Vinha)

Os principais lançamentos – e futuros games – estarão presentes. Alguns deles serão jogáveis, outros serão apenas mostrados de forma mais limitada. Entre eles, há The Last Guardian, Injustice 2, For Honor, Gwent, Gears of War 4, Fifa 17, Resident Evil 7, Forza Horizon 3, Steep, Watch Dogs 2, Detroit, Just Dance 2017 e mais, todos espalhados em estandes de tamanhos variados.

Convidados especiais

Convidados nacionais e internacionais estarão presentes na BGS 2016, entre eles Shinji Hashimoto, criador de Kingdom Hearts e atual produtor da Square Enix, que trabalha no time de produção de Final Fantasy 15. Hashimoto deve conversar com a imprensa e ter momentos com o público brasileiro, que espera o novo RPG da série.

Criador de Kingdom Hearts estará na BGS 2016 (Foto: Divulgação/Square Enix)Criador de Kingdom Hearts estará na BGS 2016 (Foto: Divulgação/Square Enix)

Outra atração prevista é o time paiN gaming de League of Legends, composto por verdadeiras lendas do eSports nacional, entre eles Gabriel “Kami” e Felipe “brTT”. Outros produtores de jogo que estarão na feira devem marcar presença, como ocorre todo ano, mas ainda não há confirmações oficiais a respeito.

Museu do Videogame

Como em toda edição da BGS, o público poderá conferir e interagir com uma galeria da evolução dos videogames, como um museu completo, com todos os consoles lançados, máquinas de fliperama para uso livre e informações sobre cada aparelho presente.

Evolução do Video Game na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)Evolução do Video Game na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)

Toda a exposição é composta pelo acervo de Marcelo Tavares, criador e organizador da Brasil Game Show, composta por todas as oito principais gerações – desde o Super Pong, Odyssey, passando pelo Atari 2600, Master System, Super Nintendo, PSOne, Xbox 360 e até mesmo os recentes PS4 e Xbox One.

Arena Arcade

A Arena Arcade é uma das novidades desta edição da BGS. Diversos fliperamas estarão disponíveis aos visitantes. Serão máquinas variadas – jogos de luta, beat’em up, Guitar Hero, basquete, máquina de medir potência do soco e mais.

Arena Arcade estará na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)Arena Arcade estará na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)

A ideia é “casada” com a exposição da evolução dos videogames, mas funciona de forma muito mais interativa, até mesmo com verdadeiros simuladores completos, que eram encontrados em shoppings antigos em todo o Brasil.

Indie Meeting

Nem só de jogos enormes e os chamados “AAA” é feita a BGS. Há também uma área destinada para aquelas pessoas que estão produzindo games independentes, o Indie Meeting, sem o recurso de uma grande empresa por trás ou com muito dinheiro envolvido. São produtores que estão fazendo tudo sozinhos e, ainda assim, conseguem um bom resultado na maioria dos casos.

Indie Meeting reunirá nomes da indústria indie na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)Indie Meeting reunirá nomes da indústria indie na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)

Ao longo dos dias da feira o público vai poder interagir diretamente com os criadores destes games, jogar seus jogos e dar sua opinião sobre o produto. Estão previstos ainda painéis com alguns dos nomes da indústria brasileira de games, com dicas para quem está começando a desenvolver seu próprio título.

Cosplay Zone

Cosplay e games têm uma relação muito próxima. Afinal, fãs do mundo todo gostam de se fantasiar com roupas de seus personagens favoritos, heróis e heroínas, vilões e vilãs, seja de Final Fantasy, The Witcher, Tomb Raider ou Uncharted. E na BGS parte disso poderá ser visto de uma forma bem caprichada.

Área de cosplay terá destaque na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)Área de cosplay terá destaque na BGS 2016 (Foto: Divulgação/BGS)

A Cosplay Zone será uma área reservada para os cosplayers e para quem quiser ver suas criações e interpretações. Um concurso também será realizado, com direito a premiação e banca de jurados experientes no assunto.

Brasil Game Jam

A Brasil Game Jam é uma iniciativa da BGS em parceria com a Globo para fomentar o desenvolvimento de games no Brasil. Será uma “maratona de criação” em que os participantes terão um tempo limitado para criar seus jogos do zero. Dez equipes de estudantes universitários participarão da competição.

BGS terá parceria com Globo para Game Jam (Foto: Divulgação/BGS)BGS terá parceria com Globo para Game Jam (Foto: Divulgação/BGS)

Serão 48 horas de desenvolvimento dentro da feira, sem parar, até que um jogo completo seja criado, ainda que minimamente jogável. A votação será aberta ao público para promover a interação entre quem visita a BGS e quem está lá participando profissionalmente.

Outras novidades

Muitas outras empresas, de acessórios, jogos menos conhecidos e até mesmo de editoras de livros e marcas similares, estarão presentes na BGS, para mostrar suas novidades e interagir com o público. Além das estações de jogos de empresas como Ubisoft, Warner, Sony e Microsoft, os visitantes terão oportunidades de diversão em todos os cinco dias do evento.

O que você achou da Brasil Game Show? Comente no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.