Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Pokémon Go ganhou uma novidade no serviço de linha do tempo do Google Maps, que permite que jogadores marquem em seus históricos os locais por onde passaram enquanto capturavam Pokémon. O serviço não tem uso real no game, mas pode servir para que usuários depois consultem os lugares onde caçaram monstrinhos.

Confira os requisitos mínimos e modelos de celular para jogar Pokémon Go

A novidade foi adicionada no serviço “Linha do tempo” do Google Maps, que registra percursos que usuários fazem pelo GPS. Ao ligar a função “Histórico de Localização”, o Google Maps automaticamente cria um mapa do caminho que você percorre durante o dia, mas será possível alterá-lo posteriormente.

Pokémon Go agora faz parte das ações da linha do tempo do Google Maps (Foto: Reprodução/The Next Web)Pokémon Go agora faz parte das ações da linha do tempo do Google Maps (Foto: Reprodução/The Next Web)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

É possível editar o percurso da sua linha do tempo com a ação ou condição que você percorreu aquele local, como “A pé”, “De carro”, “Correndo” e a novidade “Captura de Pokémons” – o processo de gravar seu percurso é automatizado, mas cabe ao jogador marcar os locais onde ele jogou Pokémon Go.

Jogadores podem editar seu Histórico de Localização no Google Maps para marcar onde jogaram Pokémon Go (Foto: Reprodução/The Next Web)Jogadores podem editar seu Histórico de Localização no Google Maps para marcar onde jogaram Pokémon Go (Foto: Reprodução/The Next Web)

Problemas com a realidade aumentada em Pokémon Go? Comente no Fórum do TechTudo.

Via The Next Web

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.