Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Snapchat, em breve, pode ir também para o mundo real. É possível que a empresa esteja prestes a lançar um dispositivo eletrônico. A suspeita vem sendo levantada pela imprensa desde junho e ganhou ainda mais força nesta semana. De acordo com o Financial Times, a rede dos snaps agora faz parte do Bluetooth Special Interest Group (SIG), entidade que regulamenta o uso do Bluetooth.

Snapchat torna mais fácil criar geofiltros com templates prontos

Ainda não há informações confirmadas sobre o que seria um projeto secreto da empresa — que para fazer parte desse grupo, precisa ter um aparelho. Especula-se que o Snapchat pode estar investindo para desenvolver um óculos voltado para realidade aumentada, tal qual o Google Glass.

Rede dos snaps pode estar desenvolvendo em óculos de realidade virtual (Foto: Divulgação/Snapchat)Snapchat pode estar desenvolvendo em óculos de realidade virtual (Foto: Divulgação/Snapchat)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Ser membro do SIG é pré-requisito para quem deseja usar a tecnologia de transferência de dados via Wireless — sem fios. Ao fazer parte do grupo, a empresa tem acesso às patentes necessárias para incluir o recurso em seus produtos. E isso, claro, envolve o pagamento de royalties caros.

Porém, a crença de que o Snapchat pode estar desenvolvendo um hardware não é de hoje. Em agosto deste ano, o CEO da empresa Evan Spiegel foi visto em uma viagem de férias usando um modelo de óculos escuros bem diferente. Spiegel carregava o que parecia uma dupla de câmeras, posicionadas ao lado das lentes, e uma bateria localizada na haste do acessório smart.

Epiphany Eyewear, desenvolvido pela Vergence Labs, podia gravar vídeos e fazer upload para nuvem (Foto: Divulgação/Vergence Labs)Epiphany Eyewear, desenvolvido pela Vergence Labs, podia gravar vídeos e fazer upload para nuvem (Foto: Divulgação/Vergence Labs)

Além disso, em 2014, a rede social comprou a Vergence Labs, uma empresa que desenvolveu um óculos capaz de gravar vídeos. A transação envolveu US$ 15 milhões, mais de R$ 48 milhões na cotação atual. Outra pista está na contratação de funcionários especializados em hardware de empresas como GoPro, Google e Microsoft, além de um designer de óculos.

Ainda não se tem ideia de quando esse possível produto pode chegar ao consumidor. No entanto, não seria a primeira vez que uma rede social vai se aventurar no mundo dos gadgets. O Facebook deu o pontapé inicial ao comprar o Oculus Rift — e quem não lembra dos rumos do Facebook Phone? Outras gigantes de tecnologia que começaram na Internet, como o Google e a Amazon, contam com uma extensa linha de produtos já lançados com as suas marcas.

Qual é o melhor: Snapchat ou Instagram? Comente e troque dicas no Fórum do TechTudo.

A expectativa gira em torno de como o Snapchat vai utilizar os recursos de realidade aumentada — se focado apenas em publicidade — e se o produto, de fato, será mais atrativo do que o Google Glass.

Via TechCrunchBusiness Insider e Venture Beat

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.