O Moto Z Play é a versão mais barata do top de linha Moto Z que chegou ao Brasil no dia 14 com uma proposta de adição de funcionalidades por meio de capa, os Modo Snaps. O aparelho custa R$ 1 mil a menos que o “irmão maior”, o Moto Z, e traz ficha técnica que atrai pela promessa de desempenho, com 3 GB de memória RAM e 32 GB de armazenamento interno. O destaque fica por conta da bateria, com duração nominal de 45 horas com uma carga.
Testamos o Moto Z Play, o celular com bateria que dura 50 horas A câmera principal também não deve deixar a desejar, com 16 megapixels e abertura de f/2.0, além de autofoco a laser e flash de LED duplo. O celular chegou com vários preços, que vão de R$ 2.199 com uma capinha colorida inclusa, até R$ 3.999 na versão que acompanha capa de bateria e o módulo de câmera com zoom de 10 vezes, ou o projetor. Confira a seguir pontos positivos e negativos do aparelho.
Moto Z Play é o integrante mais barato da família Moto Z (Foto: Luciana Maline/TechTudo)
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone
Pontos positivos 1. Design bonito O smartphone segue a mesma linha de design vista nos Moto Z e Moto Z Force, mas substitui a traseira metálica por vidro. Ainda assim, consegue uma aparência bonita e elegante, sem abrir mão de material de construção com relativa alta qualidade. A parte de trás tem também linhas horizontais, detalhes característicos da linha.
Testamos o Moto Z Play na IFA 2016; confira nossas impressões no vídeo.
Ele n...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.