Por ser uma das redes sociais mais famosas e usadas do mundo, o Facebook é um alvo constante de hackers — que procuram descobrir as credenciais de acesso dos usuários, podendo usar as identidades das vítimas e disseminar vírus e malwares. Com o tempo, várias táticas diferentes foram desenvolvidas para conseguir estas informações. Confira uma lista com os métodos mais comuns de roubo de dados da rede social e saiba como fazer para se proteger.Como proibir que WhatsApp e Facebook acessem a sua localização no iPhone
Facebook é uma das redes sociais mais visadas por hackers (Foto: Melissa Cruz/TechTudo))
Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone1. Ataques de phishing O método de phishing é um dos tipos de ataques mais comuns para roubar contas de Facebook. Essa tática consiste em usar páginas com endereços falsos (URLs, links) que levam os usuários a inserirem suas credenciais de acesso. Para se prevenir destes golpes, evite usar seu login da rede social em dispositivos estranhos, use navegadores que identificam páginas falsas — como o Chrome —, e desconfie de e-mails que pedem para fazer login em sua conta. 2. Keyloggers Um keylogger é um software capaz de gravar tudo o que o usuário digita no PC — inclusive as suas senhas. Estes registros são usados para descobrir as credenciais de acesso de vários serviços, como bancos, e-mails e redes sociais. Para evitar este tipo de ataque, baixe arquivos apenas de fontes confiáveis, faça escaner de drives USB para encontrar ...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.