Dois anos depois de ser encerrado pelo Google, o Orkut — rede social criada pelo engenheiro turco, então funcionário da gigante de buscas Orkut Buyukkokten — vai finalmente ser excluído de vez dos servidores da empresa de Internet. Até então, mesmo após ter seu fim decretado em 2014, a rede social manteve público um banco de dados com 51 milhões de comunidades e informações dos usuários como fotos, scraps e depoimentos na sua nuvem. Porém, como prometido, depois desta sexta-feira (30) a recuperação dos dados não será mais possível. Se você ainda não resgatou suas memórias do Orkut, corra para fazer download e guardá-las no seu computador. Relembre como recuperar informações dos perfis, scraps, fotos e depoimentos de amigos usando a ferramenta Google Takeout.
A história do Orkut
O Orkut foi encerrado em 30 de setembro de 2014, pouco tempo depois de completar dez anos. A rede social foi uma das primeiras a fazer sucesso no Brasil e tinha como principal atrativo as comunidades, onde era possível discutir sobre um determinado tema em comum com os outros usuários. Os scraps (recados no mural) e os depoimentos também eram uma das partes mais divertidas da rede social. Depois de ser comprado pelo Google, o Orkut foi descontinuada. À época, a gigante da Internet afirmou que o encerramento se justificava graças ao sucesso de outras plataformas como o YouTube — que relançou o conceito de rede social no site de vídeos — e o Google+ (que respira por aparelhos). Atualmente a página do Orkut (Orkut.com) ainda existe, c...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.